JEM COHEN

 

Artista multi-facetado, o norte-americano Jem Cohen (n. 1962, Cabul, Afeganistão) cresceu no bulício da cena nova iorquina. Importou, assim, todos os códigos de experimentação narrativa formal e até nos meios pobres do do it yourself (também influenciado pelos modos de fazer da cena punk). A sua linguagem está recheada de material de arquivo recolhido nas ruas, retratos de amigos e companheiros de estrada, num registo pessoal e quase sempre biográfico.

 

Cineasta radical, Jem Cohen é um dos nomes centrais do cinema experimental dos anos 80. Com uma postura política forte, Cohen sempre se colocou do lado dos que criticam o poder absoluto da MTV. Por isso, os seus vídeos musicais são uma espécie filmes anti-estrela, rejeitando o aparato da estética MTV. Cohen trabalhou com muitos músicos, entre os quais Godspeed You Black Emperor!, Fugazi, Vic Chesnutt, the Ex, Terry Riley, Elliott Smith, Sparklehorse e a Orpheus Orchestra. É dele o mítico filme "Nightswimming" dos REM.

 

O Curtas Vila do Conde fez uma retrospectiva de vários dos seus vídeos musicais (que preferia chamar "Music Works"), integrada na secção Stereo (dedicada à contaminação entre cinema e música). Em todos os seus trabalhos Jem Cohen está, afinal, a fazer aquilo que sempre procurou nas suas obras: “Ephemeral records, they are part of a paradoxical search at the core of all photography – the search for a permanent ghost.”