PETER WHITEHEAD

 

O autor britânico Peter Whitehead é um dos mais lendários realizadores do mundo. O seu inestimável contributo artístico reveste-se de uma importante qualidade - o facto de ter estado no centro da Swinging London e ter testemunhado, e registado, a contracultura dos anos 60, não apenas em Londres, mas também em Nova Iorque: filmou os Rolling Stones, o poeta Allen Ginsberg no Royal Albert Hall, o protesto da Royal Shakespeare Company contra a guerra no Vietname, a campanha presidencial de Robert Kennedy, e a ocupação do campus da Universidade de Columbia pelos estudantes. No seu conjunto, os filmes de Whitehead - muitos deles relacionados directamente com os EUA - são documentos sem paralelo sobre uma era histórica.

 

Em 2007, o Curtas Vila do Conde dedicou uma retrospectiva In Focus ao realizador, exibindo alguns dos seus documentários e a sua obra mais importante, "The Fall" (na foto), que aborda - num registo híbrido de ficção e documentário - sobre a revolução e violência que abalaram os Estados Unidos no final dos anos 60. Sobre esse importante documento, Whitehead dirá, em entrevista publicada no catálogo do festival: "Estava pelo menos uns 10 anos à frente da época com este documentário deliberadamente egocêntrico e subjectivo que aborda a violação e a violência de uma forma auto-consciente. A primeira parte é a câmara, a violência está do lado de fora, eu absorvo-a. Quando estou na sala de montagem tenho a violência no filme e estou a olhar para ele; por isso, há uma certa relação com essa violência e eu inflijo essa violência no filme para exprimir o facto de que é violento - todo o film é sobre a necessidade do combate violento."