Campus vai produzir três documentários até 2015

14 Julho 2014
Share on Facebook Share on Twitter

Cabe a Sandro Aguilar, Manuel Mozos e Lois Patiño realizar os próximos três documentários no âmbito do programa Campus, desenvolvido pela Curtas Metragens CRL. O programa foi apresentado durante o 22º Curtas Vila do Conde.

O programa Campus é uma formação avançada de cinema, composta por workshops, debates, masterclasses, residências artísticas e a produção de filmes, em que realizadores com comprovada experiência trabalham com equipas de estudantes. O programa está direcionado para estudantes de cinema e audiovisual da região Norte e complementa as formações universitárias. O Campus está associado a várias universidades do Porto, com as quais tem protocolos de colaboração. 

Os filmes a produzir no contexto do Campus serão documentários a desenvolver nos próximos meses, envolvendo três realizadores: Sandro Aguilar, Manuel Mozos e Lois Patiño. Serão filmes sobre as realidades sociais da região Norte. Por outro lado, as residências artísticas envolverão artistas, músicos e cineastas que trabalham na fronteira entre o cinema e as outras artes.

No âmbito do Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema, a decorrer até domingo, vão ter lugar dois debates cujo objetivo é potenciar a divulgação e distribuição dos filmes nacionais (ver mais pormenores no fim do texto).

O Campus é um programa que se autonomizou do projeto Estaleiro – desenvolvido entre 2011 e 2012 – e de que resultaram diversos filmes premiados e com um percurso internacional notável. Entre outros, foram produzidos filmes de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, João Canijo, Gonçalo Tocha ou Graça Castanheira.

É desenvolvido pela Curtas Metragens CRL, responsável pelo Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema, co-financiado pelo QREN, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte (ON.2).

ETIQUETAS