Parceiros contribuíram para o sucesso de mais uma edição

20 Julho 2014
Share on Facebook Share on Twitter

O Curtas Vila do Conde contou, uma vez mais, com o apoio imprescindível de parceiros que contribuíram para o sucesso da 22ª edição do Festival.

 

Este ano, o sempre apetecido palmarés do Curtas Vila do Conde foi reforçado com três novos prémios, atribuindo mais de uma dezena de galardões. As principais novidades no palmarés foram o Prémio DigiMaster para o melhor realizador português e o Prémio TAP Portugal para as duas Melhores Médias Metragens Portuguesas de Ficção. Para além do apoio de parceiros como o banco BPI, Mar Shopping e Pixel Bunker, o Curtas Vila do Conde contou também com o patrocínio de novas entidades.


Na competição Internacional, a conhecida marca de Whiskey Jameson associou-se ao Festival como patrocinador do Melhor Filme e o prestigiado produtor de vinhos Aveleda deu nome ao Prémio do Público para o melhor filme escolhido pelos espetadores. A SPA – Sociedade Portuguesa de Autores premiou ainda a curta-metragem da Competição Nacional mais votada pelo público. Já a Smiling, o IPDJ - Instituto Português do Desporto e Juventude, a Restart - Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias e a Agência da Curta Metragem premiaram o jovem realizador João Niza Ribeiro, vencedor da Competição Take One!.

 

Em ano de Mundial de Futebol e da comemoração dos 75 anos do Rio Ave FC, o clube vilacondense associou-se ao programa “Fora de Jogo”, trazendo a Portugal o fotógrafo austríaco Josef Dabernig para incluir o estádio do Rio Ave na exposição “Sports Grounds and Stadiums”, que esteve patente no Teatro Municipal durante o Curtas Vila do Conde. Também a Cinemateca Portuguesa associou-se a este programa especial cedendo alguns filmes onde o desporto-rei é o elemento narrativo central.

 

No programa Stereo, patrocinado pela FNAC Portugal, o cinema e a música voltaram a partilhar o mesmo palco com filmes- concerto interpretados por bandas portuguesas emergentes como Sensible Soccers, peixe:avião, Filho da Mãe e Jibóia.

 

Kelly Reichardt foi a realizadora In Focus desta edição do Curtas Vila do Conde. Com o apoio da TAP Portugal, a cineasta norte-americana esteve no Festival para apresentar as suas longas-metragens. 

 

Já a Botton vestiu os cinéfilos com a t-shirt oficial do festival e a Beeverycreative surpreendeu os vencedores das competições com troféus impressos a três dimensões. 


Durante nove intensos dias Vila do Conde transformou-se na capital do cinema e alguns dos realizadores rumaram a Portugal com o apoio da Embaixada da Áustria, do Instituto Cultural Romeno, da ANCINE, Embaixada Dinamarca, Secretaria de Estado da Cultura de Espanha e do Goethe Institut.

 

 

Através de protocolos com o Festival, alguns alunos da ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, do IPP – Instituto Politécnico do Porto, da Universidade Católica do Porto,da Universidade Fernando Pessoa e da Escola Secundária José Régio de Vila do Conde tiveram a oportunidade de viver de perto a experiência do Curtas Vila do Conde aplicando os conhecimentos lecionados durante o ano letivo.

 

O Curtas Vila do Conde, não pode ainda deixar de referir o apoio da Salvador Caetano/Toyota, Cartão Jovem, Junta de Freguesia de Vila do Conde, VCoutinho, UPS, Hotel Santana, Cision, o Forninho, IMANcowork, Boa Boca, Ach Brito, ACP – Automóvel Clube de Portugal, Ana Aeroportos, Metro do Porto, Turismo do Porto e Norte de Portugal, Red Bull e dos vários órgãos de comunicação social que deram apoio à divulgação do Festival.

 

O Curtas Vila do Conde conta ainda com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila do Conde, o Governo de Portugal e o ICA- Instituto do Cinema e do Audiovisual, imprescindível à realização do Festival Internacional de Cinema.

VER FOTOGALERIA

ETIQUETAS