Produções do Curtas Vila do Conde selecionadas para Locarno

15 Julho 2015
Share on Facebook Share on Twitter

Três das produções da Curtas Metragens CRL, apresentadas em estreia mundial no último Curtas Vila do Conde, foram selecionadas para o prestigiado Festival de Cinema de Locarno, que decorre entre 5 e 15 de agosto.

"Noite Sem Distância" de Lois Patiño, "A Glória de Fazer Cinema em Portugal" de Manuel Mozos, "Undisclosed Recipients" de Sandro Aguilar, serão apresentadas na secção não competitiva Fuori Concorso.

Esta secção apresenta curtas-metragens de relevo de cineastas proeminentes. Trata-se de um prestigiado programa, com uma importância crescente, pois o Festival de Locarno não inclui uma competição de filmes de cineastas que já tenham realizado longas-metragens.


Noite Sem Distância”, de Lois Patiño, acontece na fronteira entre Portugal e a Galiza, desenvolvendo as histórias que habitam esses espaços, nomeadamente o papel do contrabando no desenvolvimento dos dois países. “Decidi representar uma cena de contrabando na Serra do Gerês em estradas que os contrabandistas realmente usaram. E as pessoas da região participariam enquanto atores (muitos deles foram, inclusivamente, contrabandistas na juventude)”, explica o galego Lois Patiño.


Para “Undisclosed Recipients”, Sandro Aguilar escolheu como ponto de partida a energia do festival de Paredes de Coura. “Interessou-me observar por uma vez os jovens, aqui num certo estado físico e mental, misto muito sugestivo de alheamento e alerta”, refere o realizador.


Já Manuel Mozos, inspirou-se numa carta que José Régio escreveu, em 1929, a Alberto Serpa onde manifestou a vontade de fundar uma produtora para começar a fazer cinema. Durante quase noventa anos, nada se soube sobre o desfecho deste pedido: nunca se encontrou qualquer resposta de Serpa à carta e Régio não terá voltado a mencionar o assunto. “A Glória de Fazer Cinema em Portugal” tenta desvendar o desfecho desta história.

Também o vencedor da Competição Nacional do 23º Curtas Vila do Conde foi selecionado para Locarno: a curta-metragem "Maria do Mar", de João Rosas, estará na Competição Pardo di Domani (Leopards of Tomorrow). Esta secção competitiva é reservada a filmes de curta e média duração realizados por jovens cineastas que ainda não realizaram longas-metragens.

ETIQUETAS