34 localidades assinalam em dezembro o Dia Mais Curto com sessões de curtas-metragens

28 Novembro 2016
Share on Facebook Share on Twitter

Inspirada no Solstício de Inverno, O Dia Mais Curto, a grande festa da curta-metragem, decorre durante todo o mês de dezembro, com incidência no dia 21, levando sessões de cinema a 34 localidades de norte a sul do país, passando também pelos arquipélagos.


Todos os anos, por volta do dia 21 de dezembro, o hemisfério norte entra na estação mais fria devido ao Solstício de Inverno, naquele que é o dia mais curto do ano. Este fenómeno astronómico inspirou a criação da festa que celebra o cinema no formato curto: O Dia Mais Curto. A ideia, que nasceu em França, rapidamente alcançou uma dimensão internacional sendo, atualmente, celebrada em simultâneo em dezenas de países. Em Portugal, o evento é organizado pelo quarto ano consecutivo pela Agência da Curta Metragem e vai percorrer novamente o país de norte a sul.


Abrantes, Albufeira, Almada, Amadora, Amarante, Barcelos, Braga, Cascais, Castro Verde, Coimbra, Constância, Elvas, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Guimarães, Lajes do Pico, Leça da Palmeira, Leiria, Lisboa, Maia, Matosinhos, Oeiras, Ponta Delgada, Ponta do Sol, Porto, Sardoal, Setúbal, Vila do Conde, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia, Vila Real e Viseu vão receber uma seleção de curtas-metragens, nacionais e internacionais, para adultos e crianças, nos mais variados locais de projeção. Para além das salas de cinema, algumas sessões terão lugar em espaços inesperados como a piscina do Santana Hotel & SPA, em Vila do Conde, onde será possível assistir à sessão dentro de água, as carruagens e estações do Metro do Porto, as lojas Fnac, ou na Internet e televisão.

 

Os vários programadores associaram-se a esta iniciativa através de sessões próprias ou dos quatro programas propostos pela Agência da Curta Metragem. Elaborada em colaboração com a rede europeia Short Circuit, a sessão “Europa em Curtas” apresenta um conjunto de filmes europeus recentes que se destacaram nos principais festivais internacionais de cinema. É uma viagem pela Europa através de sete curtas-metragens com temas tão diversos como a poesia e a dependência, ou tão importantes quanto conceito de fronteira. O programa “Panorama Nacional” revela o melhor da produção portuguesa através das obras de jovens autores como Gabriel Abrantes, Simão Cayatte, Eduardo Brito e Ana Maria Gomes e das histórias que têm para contar. A pensar nas famílias, "Curtinhas em Dezembro" é uma proposta da Casa da Animação e inclui um conjunto de pequenas histórias repletas de aventura, peripécias e personagens únicas, mas também de reflexões sobre a solidão e o caminho certo a seguir. “Papel de Natal e Outras Histórias” celebra o espírito natalício através de pequenos contos para os mais novos sem esquecer a vertente pedagógica.


A Cinemateca Portuguesa e o Cineclube do Porto recebem sessões especiais do evento, no dia 21 e 22 de dezembro respetivamente, apresentando programas que destacam a produção nacional.


Este ano, O Dia Mais Curto também acontece na Internet. Entre os dias 14 e 21 de dezembro, a Agência da Curta Metragem disponibiliza cinco filmes portugueses, galardoados internacionalmente, para visualização gratuita online: “Abraço do Vento” de José Miguel Ribeiro, “Rapace” de João Nicolau, “Amélia & Duarte” de Alice Guimarães e Mónica Santos e “Vicky & Sam” de Nuno Rocha.


Na televisão, o Cinemax RTP e o Curtas Às Quartas dos Canais TVCine & Séries dedicam programas especiais ao evento.

O Dia Mais Curto será ainda assinalado nas escolas, por alunos de diferentes graus de ensino, e em instituições de solidariedade social como as Aldeias de Crianças SOS e a Santa Casa da Misericórdia.


O Dia Mais Curto é a festa do cinema, um momento de descoberta que vai iluminar as telas do país!


O programa completo da 4ª edição d’ O Dia Mais Curto será anunciado brevemente em www.odiamaiscurto.curtas.pt.

ETIQUETAS