Diogo Costa Amarante vence Urso de Ouro na Berlinale com “Cidade Pequena”

20 Fevereiro 2017
Share on Facebook Share on Twitter

“Cidade Pequena” de Diogo Costa Amarante venceu, no sábado passado, o Urso de Ouro para Melhor Curta-Metragem na Berlinale – Festival Internacional de Cinema de Berlim.


O júri, composto pelo artista alemão Christian Jankowski, pela curadora norte-americana Kimberly Drew e pelo programador chileno Carlos Núñez, destacou os enquadramentos do filme que “lembram a atenção ao detalhe presente nos quadros do Renascimento italiano”.


Protagonizado pela irmã e o sobrinho do realizador, “Cidade Pequena” parte de um episódio verídico onde Francisco descobre na escola que as pessoas têm cabeça, tronco e membros e que se o coração pára morrem. A ficção é uma reflexão acerca da tomada de consciência da morte, do tempo e da família.

A curta-metragem de 20 minutos, com produção da Curtas Metragens CRL, estreou em julho de 2016 no 24º Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema e integra o catálogo de filmes distribuídos pela Agência da Curta Metragem.


No concurso de curtas-metragens do festival, que decorreu entre 9 e 19 de fevereiro na capital alemã , estiveram ainda “Altas Cidades de Ossadas” de João Salaviza – que venceu o prémio em 2012 com “Rafa” – e “Coup de Grâce” de Salomé Lamas. “Os Humores Artificiais” de Gabriel Abrantes foi o nomeado na Berlinale para os Prémios Europeus de Cinema.

ETIQUETAS