Workshops no 26º Curtas Vila do Conde

16 Maio 2018
Share on Facebook Share on Twitter

Entre 14 e 22 de julho, o Curtas Vila do Conde regressa à cidade do norte litoral com o melhor do cinema mundial. Nesta edição, o Curtas aposta na formação em torno das imagens em movimento através da realização de três workshops: Stereo (vídeo-musical), no âmbito da MAD Summer School, de Cinema Expandido e o, já habitual, de Crítica de Cinema.

Promovido pela ESMAD – Escola Superior Media, Artes e Design em parceria com o festival, o workshop Stereo (vídeo-musical) vai decorrer entre 16 e 20 de julho, no âmbito da MAD Summer School. O espectáculo final cruzará música e vídeo e terá estreia mundial durante a edição de 2018 do Curtas Vila do Conde. A ativista norte-americana Moor Mother e o músico português Jonathan Saldanha (HHY) juntam-se, em julho, para uma residência artística em conjunto com a comunidade jovem de Vila do Conde. A partir do trabalho sonoro desenvolvido pela dupla, os participantes terão a oportunidade de colaborar com os realizadores Vasco Mendes e André Tentugal na criação da componente visual. As inscrições estão abertas até 18 de junho e podem ser submetidas aqui


Com tutoria dos artistas espanhóis Adriana Vila e Luis Macías (Crater Lab), o workshop de Cinema Expandido pretende oferecer aos participantes uma base para as diferentes expressões de técnicas de intervenção em filme ao vivo através de projeções 16mm e artefactos luminosos. O foco será a manipulação de imagem e conteúdo sonoro no celulóide e no aparelho de projeção e a utilização de instrumentos de improvisação e ação cinematográfica. Cortar, colar, recompor. O resultado deverá ser um filme performativo coletivo. Este workshop decorrerá entre 18 e 20 de julho e as inscrições – limitadas a 10 participantes – podem ser submetidas através deste formulário.
 

Desde 2016, o workshop de Crítica de Cinema tem sido uma importante plataforma para a promoção do pensamento crítico em torno do cinema, resultando em textos que são divulgados quer nos canais do próprio festival, quer através de vários parceiros (Público, À Pala de Walsh, A Cuarta Parede, etc). Além da vertente prática, o workshop oferece também diversas masterclasses com cinestas e teóricos de renome. Mark Rapapport, Thomas Elsaesser, Nicole Brenez, Miguel Gomes, Jorge Mourinha ou João Tabarra foram algumas das personalidades que por ali passaram. A 3ª edição do workshop decorrerá entre 14 e 21 de julho e contará com a presença de Navad Lapid, Peter Zorn (cineasta e curador da European Media Art Network), Jorge Mourinha (crítico e jornalista do Público) e Carlos Natálio (crítico na À Pala de Walsh), entre outros. As inscrições podem ser submetidas até 15 de junho através deste formulário.

ETIQUETAS