Salaviza e Gomes vencem prémios em Berlim

20 Fevereiro 2012
Share on Facebook Share on Twitter

O cinema português e a curta-metragem estão, de novo, no centro do panorama cinematográfico internacional. Na 62ª edição do Festival de Berlim, João Salaviza e Miguel Gomes voltaram a trazer prémios importantes para Portugal, provando que o momento atual do cinema português é criativamente exemplar. Num caso como noutro, ambos os realizadores são também parte importante do percurso histórico do Curtas Vila do Conde, enquanto festival que revela alguns dos novos talentos do cinema português.



No caso de João Salaviza, é mesmo o segundo grande prémio que o jovem realizador vence depois da Palma de Ouro para "Arena". Com "Rafa" - o filme que apresentou nesta Berlinale - Salaviza arraca, agora, o Urso de Ouro para melhor curta-metragem. Prova indelével da vitalidade da curta-metragem portuguesa que nos últimos anos tem colecionado presenças e prémios em muitos festivais internacionais. Salaviza venceu, em 2005, no Curtas, o prémio principal do Take One!, uma competição de filmes de escola, para o projeto "Duas Pessoas". No ano passado, o autor realizou, em parceria artística com o músico Norberto Lobo, a curta "Strokkur", integrada no projeto Stereo (encomenda do Estaleiro e cuja estreia se deu no Curtas 2011) e que já tem um bom percurso internacional.

Miguel Gomes é um nome histórico do Curtas Vila do Conde, com presenças em vários anos na competição nacional, que venceu, em 2006, com "Cântico das Criaturas". A sua primeira obra, "Entretanto", também fora galardoada, em 1999, com o prémio de melhor realização. Em Berlim, apresentando a sua terceira longa-metragem, "Tabu", Gomes venceu dois importantes prémios: o Prémio Alfred Bauer, atribuído a um filme que abre novas perspectivas para o cinema; e Prémio FIPRECI, atribuído pela crítica presente no festival.

Estes prémios, atribuídos num dos mais prestigiados festivais internacionais, são o culminar de vários anos de uma intensa atividade cinematográfica que, mais uma vez, provam a vitalidade internacional do cinema português.

+info: lista completa de prémios

ETIQUETAS