Luz Vermelha em ante-estreia no Curtas

7 Julho 2019
Share on Facebook Share on Twitter

Foi um dos mais mediatizados casos dos últimos 20 anos em Portugal.

No início dos anos 2000 um grupo de mulheres de Bragança juntaram-se num manifesto que pedia medidas para travar a proliferação de casas de alterne e a onda de prostituição brasileira que, de acordo com elas, estava a fazer a cabeça dos maridos. Auto-intitularam-se Mães de Bragança e fizeram manchetes dos principais meios nacionais até à referencial Times. A história haveria de ser recuperada pela RTP que atribuiu à dupla André Santos e Marco Leão o papel de a adaptar para uma série. Ainda sem uma data definitiva de estreia no canal público, o Curtas mostra em estreia nacional os dois primeiros episódios, naquele que é o regresso da dupla de cineastas a um festival que conhecem bem. Recordemos que estiveram por cá com trabalhos como Cavalos Selvagens (2010), Infinito (2011), Má Raça (2013) ou Pedro (2016). 

Com um elenco composto por vários nomes bem conhecidos do grande público, Margarida Vila-Nova, Joaquim Monchique, Mariana Badan, Sofia Nicholson, Tati Pasquali, Sara Norte, entre outros, Luz Vermelha passa hoje, pelas 21h15, na Sala 1 do Teatro Municpal de Vila do Conde.

ETIQUETAS