Fernando Lopes: um cineasta maior

2 Maio 2012
Share on Facebook Share on Twitter

Cineasta, ator, júri, cinéfilo. Em todas estas qualidades Fernando Lopes foi um das personalidades mais destacadas e importantes do universo cinematográfico a estar presente no Curtas Vila do Conde. A sua figura era sempre marcante e tinha um olhar atento para as novas gerações.

Lopes é um dos cineastas maiores do cinema português. São dele os inesquecíveis "Belarmino" e "Uma Abelha na Chuva", dois filmes que marcam toda a história do nosso cinema. São também momentos decisivos para o nascimento do cinema novo, um movimento que influencia, até hoje, o cinema que se faz em Portugal. Outros filmes importante são, por exemplo, "Crónica dos Bons Malandros", "O Fio do Horizonte" ou "O Delfim", todos eles adaptações de romances importantes da literatura contemporânea.

Quem privou com o Fernando Lopes sabe que ele era conhecido pela forma emotiva com que olhava o cinema e os realizadores de que gostava. Era também um cineasta livre, razão decisiva para ter marcado todas as gerações seguintes de realizadores. Depois dele, nada foi igual no cinema português.

ETIQUETAS