O Curtas Vila do Conde em tour pelo país

19 Julho 2019
Share on Facebook Share on Twitter

A 27ª edição do Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema terminou no passado dia 14 de julho com o anúncio dos premiados. À semelhança dos anos anteriores, após o anúncio dos premiados, o Curtas Vila do Conde volta a percorrer o país, com uma seleção de alguns dos melhores filmes desta edição. O “Best of Curtas” exibirá alguns filmes premiados, e a sessão “Curtinhas” é dedicada aos mais novos e será composta por pequenos e divertidos filmes pensados para toda a família.

 

As extensões do 27º Curtas Vila do Conde, arrancam a 22 de julho e prolongam-se até Novembro, em diferentes cidades de todo o país: Coimbra, Leiria, Braga, Porto, Lisboa, Matosinhos, Setúbal, Viseu, entre muitas outras.

 

No programa “Best of Curtas” serão apresentados os filmes "Los Que Desean" de Elena López Riera (Grande Prémio da Competição Internacional, Prémio DCN Beers), "Nefta Football Club" de Yves Piat (Prémio Melhor curta-metragem da Competição My Generation), "Panique Au Village - La Foire Agricole" de Stéphane Aubier e Vicent Patar (Prémio do Público Poças, na Competição Internacional), "Purpleboy" de Alexandre Siqueira (Prémio Melhor Animação da Competição Internacional e Prémio Movistar+ da Competição Nacional) e "Mesa Para Dois No Carpa - David Bruno" de Francisco Lobo (Prémio Fujifilm da Competição Vídeos Musicais).

 

A pensar nos mais novos, a sessão "Curtinhas" apresenta uma selecção desta competição do festival onde o próprio júri é composto por crianças: "A Gata Butterboo" de Emilie Pigeard (vencedor do Prémio MAR Shopping Matosinhos do Curtinhas), "Crianças" de Michael Frei, (Menção Honrosa M/10), e "O Tigre Sem Riscas" de Raul Reyes (Menção Honrosa M/3). Além destes, a sessão inclui ainda as curtas "O Sonho do Sam" de Nolwenn Roberts, "O Papagaio" de Martin Smatana e "Fósforos" de Géza M. Tóth.

 

Em Lisboa, a Cinemateca Portuguesa recebe um programa especial que terá lugar no próximo dia 25 de julho. Esta sessão integra os filmes "Los Que Desean" de Elena López Riera, "Ave Rara" de Vasco Saltão (Melhor Filme da Competição Nacional, Prémio OralMED + Prémio Pixel Bunker) e "Les Extraordinaires Mésaventures De La Jeune Fille De Pierre" de Gabriel Abrantes (Prémio do Público SPA da Competição Nacional, Melhor Ficção da Competição Internacional e Vila do Conde Short Film Candidate European Film Awards).


Calendário das Extensões:

 

LEIRIA

Teatro José Lúcio da Silva

22 Jul - Curtinhas

 

Teatro José Lúcio da Silva

24 Jul - Best of Curtas

 

COIMBRA

Teatro Académico Gil Vicente

24 Jul - Curtinhas (18h30) // Best of Curtas (21h30)

 

Fila K Cineclube

30 Jul - Best of Curtas

 

Casa das Artes Bissaya Barreto

 23 Out - Best of Curtas

 

LISBOA

Cinemateca Portuguesa

25 Jul - Best of Curtas (programa especial)

 

PORTO

Casa Allen (Cineclube Porto)

7 Ago - Best of Curtas

 

VILA REAL

Shortcutz Vila Real

3 Set - Curtinhas

 

VISEU

Shortcutz Viseu

6 Set - Curtinhas (15h) // Best of Curtas (22h)

SETÚBAL

Praça de Bocage - Sessão ao ar livre

14 Set - Best of Curtas

 

BRAGA

Gnration

27, 28 Set - Curtinhas

 

SILVES

Teatro Mascarenhas Gregório

28 Set - Curtinhas // Best of Curtas

 

MATOSINHOS

Teatro Constatino Nery

11 Out - Best of Curtas

 

SINES

Centro de Artes de Sines

18 Out - Best of Curtas

19 Out - Curtinhas



ALMADA
Academia Almadense
24 Out - Best of Curtas 

 

ODIVELAS

Centro Cultural Malaposta

10 Nov - Curtinhas

16 Nov - Best of Curtas

PALMARÉS 27º Curtas Vila do Conde

14 Julho 2019
Share on Facebook Share on Twitter

O palmarés do 27º Curtas Vila do Conde foi anunciado esta tarde na cerimónia de encerramento do festival. A espanhola Elena López Riera venceu o Grande Prémio DCN Beers da Competição Internacional com “Los que Desean”. “Ave Rara”, de Vasco Saltão, foi o Melhor Filme da Competição Nacional com o Prémio OralMED.

 

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL
Grande Prémio DCN Beers - Melhor filme em competição
LOS QUE DESEAN
Elena López Riera · Suíça/Espanha · 2018 · FIC · 24’
Prémios para o melhor filme de cada categoria a concurso:
Animação
PURPLEBOY
Alexandre Siqueira · Portugal/França/Bélgica · 2019 · ANI · 14’
Documentário “Manoel de Oliveira”
DEMONIC
Pia Borg · Austrália · 2019 · DOC · 28’
Ficção
LES EXTRAORDINAIRES MÉSAVENTURES DE LA JEUNE FILLE DE PIERRE
Gabriel Abrantes · França/Portugal · 2019 · FIC · 20'
Prémio do Público Poças
PANIQUE AU VILLAGE – LA FOIRE AGRICOLE
Stéphane Aubier, Vincent Patar · Bélgica/ França · 2019 · ANI · 26’
 
COMPETIÇÃO NACIONAL
Melhor Filme
Prémio OralMED, 2.000 euros 
+
Prémio Pixel Bunker, 2.500 euros, em serviços
AVE RARA    
Vasco Saltão · Portugal · 2019 · FIC · 34’
Prémio Kino Sound Studio - Melhor Realizador
4.000 euros em serviços de pós-produção atribuídos ao melhor realizador 
Mariana Gaivão
pelo filme    
RUBY
Portugal · 2019 · FIC · 25’
Prémio do Público - SPA – Sociedade Portuguesa de Autores
LES EXTRAORDINAIRES MÉSAVENTURES DE LA JEUNE FILLE DE PIERRE
Gabriel Abrantes · França/Portugal · 2019 · FIC · 20'

Prémio Movistar+
Prémio de aquisição
PURPLEBOY
Alexandre Siqueira · Portugal/França/Bélgica · 2019 · ANI · 14’

VILA DO CONDE SHORT FILM CANDIDATE FOR THE EUROPEAN FILM AWARDS 
LES EXTRAORDINAIRES MÉSAVENTURES DE LA JEUNE FILLE DE PIERRE
Gabriel Abrantes · França/Portugal · 2019 · FIC · 20’
 
COMPETIÇÃO TAKE ONE!
Melhor filme - Prémio IPDJ · Prémio Smiling · Prémio Agência da Curta Metragem · Prémio Restart
EM CASO DE FOGO
Tomás Paula Marques · Portugal · 2019 · FIC · 23’
Escola Superior de Teatro e Cinema
Prémio Blit - Melhor realizador
Maria Teixeira 
pelo filme
INSIDE ME
Alemanha · 2019 · ANI/DOC · 5’ 
Filmuniversitat Babelsberg Konrad Wolf (Alemanha)
 
COMPETIÇÃO VÍDEOS MUSICAIS
Prémio Fujifilm
MESA PARA DOIS NO CARPA – DAVID BRUNO
Francisco Lobo · Portugal · 2019 · 4’
 
COMPETIÇÃO EXPERIMENTAL
Prémio Experimental
SUSPENDED ISLAND
Jane Wilson, Louise Wilson · Reino Unido · 2018 · DOC · 16’
 
COMPETIÇÃO CURTINHAS
Prémio MAR Shopping Matosinhos
A GATA BUTTERBOO (BAMBOULE)
Emilie Pigeard · Bélgica/França · 2018 · ANI · 9’
Menção Honrosa (M/3)
O TIGRE SEM RISCAS (LE TIGRE SANS RAYURES)
Raul Robin Morales Reyes · França/Suíça · 2018 · ANI · 9’
Menção Honrosa (M/10)
CRIANÇAS (KIDS)
Michael Frei · Suíça · 2019 · ANI · 9’
COMPETIÇÃO MY GENERATION
NEFTA FOOTBALL CLUB
Yves Piat · França · 2018 · FIC · 17’

 

Curtas 2019: Destaques (13 de julho)

13 Julho 2019
Share on Facebook Share on Twitter

Inevitável destaque para a estreia nacional da primeira longa de Carlos Conceição, um dos realizadores em foco na edição deste ano do Curtas.

Serpentário, interpretado por João Arrais (Soldado Milhões, Coelho Mau), acompanha a viagem de um cineasta na busca pela alma da mãe numa África pós-apocalíptica. Uma reflexão emocional sobre a memória, que joga com a biografia do realizador – nasceu e viveu em África até aos 21 anos, e a história da própria terra. Um filme-catástrofe, onde se exploram sentimentos de pertença e se olha uma Angola saída da guerra, à descoberta de si mesma e das referências apagadas pela história recente. Pelas 21h00 na sala 1 do Teatro Municipal.

 

Será uma sessão única e de acesso livre aquela que mostrará alguns dos primeiros clássicos a cores produzidos por Walt Disney. Uma série de obras primas, hoje em dia consideradas essenciais na história do cinema, que são um testemunho da forma como a visão do americano viria a marcar a indústria do entretenimento à escala mundial. Da curta Flowers and Trees, ao grande sucesso Os Três Porquinhos (o primeiro de uma série de filmes de Disney a vencer o Óscar na categoria de melhor animação), passando pela primeira aparição do Pato Donald no cinema com The Wise Little Hen ou o remake do clássico O Patinho Feio, de Hans Christian Andersen. Pelas 15h00, na sala q do Teatro Municipal.

 

No ano em que se assinalam os 50 anos da norte de José Régio, o Curtas recupera em Vila do Conde, terra onde morou toda a sua vida, os filmes que ligam o escritor a Manuel de Oliveira. A sessão, a ter lugar pelas 16h00 na sala 2 do teatro Municipal, incluirá: A Glória de Fazer Cinema em  Portugal, de Manuel Mozos, e Douro Faina Fluvial, As Pinturas do meu Irmão Júlio, O Poeta Doido, O Vitral... e Romance de Vila do Conde, todas obras de Oliveira.

 

A fechar a secção Stereo, dedicada aos encontros entre música e imagem, o concerto de Montanhas Azuis, projecto que junta Marco Franco, Norberto Lobo e Bruno Pernadas, acompanhado pelas imagens de Pedro Maia. Pelas 23h45, na sala 1 do Teatro Municipal.

 

 

 

15h00 . Sala 1, Teatro Municipal

Cinema Revisitado . Disney Technicolor

 

16h30 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Internacional 8

 

21h00 . Sala 1, Teatro Municipal

InFocus . Serpentário, Carlos Conceição

 

22h15 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Internacional 9

 

23h45 . Sala 1, Teatro Municipal

Stereo . Montanhas Azuis

 

14h30 . Sala 2, Teatro Municipal

Panorama Europeu: Holanda

 

16h00 . Sala 2, Teatro Municipal

Cinema Revisitado . José Régio – A Poesia Invisível

 

18h00 . Sala 2, Teatro Municipal

Competição Experimental 4

 

19h30 . Sala 2, Teatro Municipal

Competição Nacional 5

 

21h30 . Sala 2, Teatro Municipal

Competição Internacional 3

 

23h00 . Sala 2, Teatro Municipal

Panorama Internacional

 

 

Curtas 2019: Destaques (12 de julho)

12 Julho 2019
Share on Facebook Share on Twitter

À entrada no último fim-de-semana do 27º Curtas destaque ao arranque do programa InFocus que olha a obra de Carlos Conceição. A marcar o início da tarde a selecção de curtas do luso-angolano será seguida de uma conversa com o público e a fechar a sla 2 do Teatro Municipal a selecção de curtas que integra a carta branca dada pelo festival

Continua ainda o programa dedicado ao cinema revisitado, com a sessão que propõe o diálogo entre a obra de António Reis e Sergei Parajanov, marcada para as 21h30 na sala 2 do Teatro Municipal.

 

Pela noite, o regresso dos The Heliocentrics a Portugal para musicar, ao vivo, Heaven and Earth Magic de Harry Smith.

 

14h30 . Auditório

Curtas para Todos

 

16h30 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Internacional 6

 

17h00 . Auditório

Panorama Europeu: Reino Unido

 

16h30 . Sala 2, Teatro Municipal

My Generation 2

 

18h00 . Sala 2, Teatro Municipal

Competição Experimental 3

 

19h00 . Solar

Apresentação do livro de Abílio Hernandez Cardoso

 

19h30 . Sala 2, Teatro Municipal

Competição Nacional 4

 

21h00 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Nacional 5

 

21h30 . Sala 2, Teatro Municipal

Cinema Revisitado . António Reis + Sergei Parajanov

 

22h15 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Internacional 7

 

23h00 . Sala 2, Teatro Municipal

InFocus . Carlos Conceição: Carta Branca

 

23h45 . Sala 1, Teatro Municipal

stereo . The Heliocentrics + Heaven & Earth Magic de Harry Smith

 

 

Curtas 2019: Destaques (11 de julho)

11 Julho 2019
Share on Facebook Share on Twitter

Ao longo da tarde há diversas sessões para ver, na Sala 2 do teatro Municipal, com um olhar para as competições principais do festival, nacional, experimental e internacional.

Ultrapassada que está a primeira metade do festival, a 27ª edição do Curtas tem hoje em destaque o programa de cinema e actividades paralelas da nova secção do festival: Cinema Revisitado. Da conversa/palestra que olha a obra homenageada este ano em diversos formatos, O Gabinete do Doutor Caligari, até à visita à The Ultimate Movie Orgy de Joe Dante, acompanhada pelas escolhas musicais de Vicente Abreu e Miguel Dias.

 

A fechar o programa do dia desta sala, a carta branca dada a João Nicolau para a escolha de algumas das curtas que marcaram a cinematografia portuguesa do século XXI. Para esta sessão, o realizador escolheu obras de Manuel Mozos, Miguel Fonseca, Miguel Gomes e Manuel de Oliveira.

 

Das curtas para a longa, destaque ainda para o regresso de Jennifer Reeder ao festival. Com Knives and Skin, Reeder aplica aqui o tratamento visual apurado nos filmes anteriores a um sentimento de perda, tanto coletivo como pessoal, e personagens em deriva emocional: o namorado da rapariga que desapareceu, o último a vê-la, tenta esconder um sentimento de culpa; a mãe da rapariga entra lentamente numa espiral depressiva e autodestrutiva; as suas amigas mais próximas não sabem muito bem como reagir

 

Programa

 

14h30 . Auditório Municipal

Curtas para Todos

 

14h30  Sala 2, Teatro Municipal

Palestra: O Gabinete do Dr. Caligari com Abílio Hernandez, A. Roma Torres e Nuno Faria. Moderação: Daniel Ribas

 

16h00 . Sala 2, Teatro Municipal

My Generation 1

 

17h00 . Auditório Municipal

Panorama Europeu: Polónia

 

18h00 . Sala 2, Teatro Municipal

Competição Experimental 2

 

19h30 . Sala 2, Teatro Municipal

Competição Nacional 3

 

21h30 . Sala 2, Teatro Municipal

Da Curta à Longa . Knives and Skin, Jennifer Reeder

 

23h30 . Sala 2, Teatro Municipal

20 Anos da Agência . Carta Branca a João Nicolau

 

16h30 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Internacional 4

 

21h15 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Nacional 4

 

22h45 . Sala 1, Teatro Municipal

Competição Internacional 5

 

23h30 . Auditório Municipal

Cinema Revisitado . The Movie Orgy, Joe Dante

 

 

Curtas 2019: Destaques (10 de julho)

10 Julho 2019
Share on Facebook Share on Twitter

É um dos destaques maiores para este dia cinco de festival. Thurston Moore, fundador dos Sonic Youth e um dos mais importantes nomes na criação de novas linguagens em colisão com os padrões normativos, apresenta uma proposta de acompanhamento para a exibição de alguns filmes realizados por Maya Deren, uma das mais icónicas realizadoras da vanguarda americana. O filme-concerto acontece pelas 21h00 no Teatro Municipal.

 

Encerramos o ciclo de foco no realizador Todd Solondz com a passagem para de Felicidade. Apresentada frequentemente como a sua obra-prima, o filme representa, de forma única, o seu cinema. Entrelaçando diversas histórias de personagens solitários, desesperados e frágeis, o filme combina uma fina ironia, mas também uma compaixão por estes homens e mulheres que lutam para sobreviver num mundo cruel. O realizador participará ainda numa conversa com o público pelas 14h30 na Sala 2 do Auditório Municipal.

O Caso Cagligari, assim se intitula a exposição que assinala, em Vila do Conde, o centenário de um dos marcos do cinema expressionista alemão: O Gabinete do Dr. Caligari, de Robert Wiene. A mostra integra obras inéditas de Daniel Blaufuks, Eduardo Brito, Reiner Kohlberger e Jonathan Uliel Saldanha criadas para a Solar – Galeria de Arte Cinemática. O dia de hoje será marcado pela visita guiada à mesma, a ter lugar pelas 16h00, e com participação de alguns artistas.

Destaque ainda para o arranque da Competição Experimental com filmes de Bill Morrrison, Deborah Stratman, Ken Jacobs, Floriann Fischer e Laura Huertas.

A fechar a noite, a performance Brainbows, de Rainer Kohlberger. Através de impulsos e ondas de luz pura, a sobrecarga intencional do aparato da perceção humana, Kohlberger conduz a impressões visuais que aparecem exclusivamente e literalmente no olho do espectador. Camadas de barulho, drones e luzes estroboscópicas revelam um sentido do infinito, que fascinam o autor como símbolo de abstração final, porque é algo inveteradamente nebuloso. A superfície da imagem e o espaço da imagem fundem-se assim num estado de consciência, no qual categorias como ser e não-ser, material e imaterial, parecem obsoletas.

1  I  2  I  3  I  4  I  5  I  6  I  7  I  8  I  9  I  10  I  11  I  12  I  13  I  14  I  15  I  16  I  17  I  18  I  19  I  20  I  21  I  22  I  23  I  24  I  25  I  26  I  27  I  28  I  29  I  30  I  31  I  32  I  33  I  34  I  35  I  36  I  37  I  38  I  39  I  40  I  41  I  42  I  43  I  44  I  45  I  46  I  47  I  48  I  49  I  50  I  51  I  52  I  53  I  54  I  55  I  56  I  57  I  58  I  59  I  60  I  61  I  62  I  63  I  64  I  65  I  66  I  67  I  68  I  69  I  70  I  71  I  72  I  73  I  74  I  75  I  76  I  77 next→
ETIQUETAS