Solar inaugura exposição de Nuno da Luz

7 Dezembro 2015
Share on Facebook Share on Twitter

Depois de ter apresentado “Laissez Vibrer” em 2013 na Solar – Galeria de Arte Cinemática, Nuno da Luz regressa à galeria com uma nova exposição. “Song Cycle” inaugura no próximo sábado, 12 de dezembro, às 17:00. 

Em simultâneo, no âmbito do projeto CAVE, dedicado à obra de artistas emergentes, Pedro Henriques apresenta no mesmo espaço “Precise Parts”. 
Ambas as exposições, de acesso gratuito, podem ser visitadas até 24 de janeiro de 2016, de segunda a domingo, entre as 14:00 e as 18:00. 

SONG CYCLE, de Nuno da Luz
 

A construção meticulosa das gravações que compõem a série environments™, em nome da produção de efeitos psico-acústicos completamente subjectivos, coloca em confronto a experiência auditiva do que nos rodeia com os desejos e intenções com que, inevitavelmente, a percepcionamos e é nesse desfasamento que esta instalação opera. Textos retirados das notas incluídas nos 11 álbuns publicados pela Syntonic Research, Inc., entre 1969 e 79, acompanham uma sequência de gravações de campo realizadas entre 2012 e este mesmo mês, que incluem a rebentação das ondas na costa Portuguesa, florestas na Alemanha, cursos de água glaciar na Islândia, tempestades no Novo México, o vulcão de Stromboli, cigarras na Sicília, e a nossa pulsação. Entre tempo real e som sintetizado, da artificialidade à reterritorialização da nossa experiência. 


Nuno da Luz (Lisboa, 1984) 

 

Nuno da Luz é um artista e publicador cujo trabalho cirscunscreve tanto o auditivo como o visual, na forma de eventos sonoros, instalações e material impresso; estes últimos na sua maioria distribuídos pela publicadora ATLAS Projectos (em conjunto com André Romão e Gonçalo Sena) e pela editora discográfica Palmario Recordings (em conjunto com Joana Escoval). Recentemente terminou o programa de mestrado Experimentação em Arte e Política SPEAP em Sciences Po, Paris e fundou o colectivo pluridisciplinar COYOTE, que investiga novas formas de comum-ificação (criar comunidade) via publicações, filmes, conferências e outros formatos experimentais. Projectos mais recentes incluem as performances ao vivo “com Ressonância Assistida” em Ficarra (Itália), Paris, Nova Iorque, Porto e Berlim; assim como a exposição individual “Wilderness” na Vera Cortês Art Agency. Outras exposições individuais incluem “laissez vibrer”, enblanco projektraum (Berlim, 2013) e CAVE/Solar (Vila do Conde, 2013), e “O nosso silêncio é um aviso, o nosso silêncio é sólido”, Vera Cortês Art Agency (Lisboa, 2012). Exposições colectivas mais recentes incluem “CIDRA DA LUZ ESCOVAL MANSO MENDES ROMÃO SENA”, AR Sólido (Lisboa, 2015), “Ficarra_Contemporary Divan”, Palazzo Milio (Ficarra, 2015), “A polyphonic wave of of concrete materials flowing through the air”, Espaço Artes (Porto, 2014) e “12 Contemporaries: Present States”, Museu de Serralves (Porto, 2014). 


 

PRECISE PARTS, de Pedro Henriques 


Precise Parts intercepta um campo ambíguo entre imagem e objecto, congelando situações simultaneamente escultóricas e fugidias, materialistas e evanescentes.


Pedro Henriques (Porto, 1985) 


Pedro Henriques apresenta Precise Parts, um conjunto de objetos que interceptam um campo ambíguo entre imagem e volume, congelando situações simultaneamente escultóricas e fugidias, materialistas e evanescentes. São incursões pictóricas num campo expandido e volumétrico, quase ergonómico. O seu trabalho cruza diferentes campos plásticos, ancorados sobretudo na bidimensão e no problema da construção de imagens. Exposições recentes incluem: Under the Clouds: From Paranoia to the Digital Sublime (Museu de Serralves, Porto); Sidewinder (Galeria Pedro Alfacinha, Lisboa); Tempo Perdido no Porto (Oporto, Lisboa); Novo Banco Revelação (Museu de Serralves, Porto); Prémio EDP Novos Artistas (Galeria da Fundação EDP, Porto); Le Petit Lenormand (Vera Cortês Art Agency, Lisboa).

Loja das Curtas: Sugestões de Natal até 10 euros

3 Dezembro 2015
Share on Facebook Share on Twitter

A pensar na quadra natalícia, a Loja das Curtas apresenta um conjunto de sugestões de presentes até 10 euros! O espaço propõe um conjunto de artigos únicos relacionados com áreas como Cinema, Animação, Ilustração, Música e produtos do Curtas Vila do Conde e das restantes atividades da cooperativa. 

A loja das Curtas, situada na Solar - Galeria de Arte Cinemática, está aberta todos os dias, entre as 14:00 e as 18:00, e online em http://curtas.pt/loja/

Curtas colabora com o Porto / Post / Doc

3 Dezembro 2015
Share on Facebook Share on Twitter

À semelhança do ano passado, a equipa da Curtas Metragens CRL é a responsável pela tradução e legendagem dos filmes do Porto/Post/Doc, que decorre entre 1 e 8 de dezembro.  


A segunda edição do Festival de Documentários vai apresentar as produções do Curtas Vila do Conde “Noite Sem Distância”, realizada por Lois Patiño, e “A Glória de Fazer Cinema em Portugal”, de Manuel Mozos. 

Projeto Português no Euro Connection

3 Dezembro 2015
Share on Facebook Share on Twitter

Há um projecto português entre os seleccionados para o Fórum de co-produção Euro Connection no festival de Clermont- Ferrand. A produtora Terratreme e o realizador JoãoVladimiro - que preparam agora uma nova curta-metragem intitulada Do Berço prá Cova - foram escolhidos pelo júri do Euro Connection entre as dezenas de candidaturas a concurso.

Os 15 projectos seleccionados pelo júri serão apresentados durante as sessões de pitching do Fórum de co-produção nos dias 9 e 10 de Fevereiro de 2016, naquele que é um dos maiores mercados de curtas-metragens do mundo. Será ainda convidada a estar no fórum a produtora Animais AVPL, em representação do projecto Entre Sombras, de Alice Guimarães e Mónica Santos.

 

Em anos anteriores foi apresentado um projecto por país (no caso de Portugal, alguns exemplos são Rafa, de João Salaviza - que depois veio a estrear no Festival de Berlim -, Abismo, de Leonor Noivo, projecto que se irá agora transformar numa longa metragem, ou Papel de Natal, de José Miguel Ribeiro), contudo, face ao sucesso desta iniciativa e ao elevado número de candidaturas, o Euro Connection decidiu submeter os projectos seleccionados nacionalmente a um júri internacional final que escolheu os 15 participantes. o Curtas Vila do Conde e o IndieLisboa são os festivais associados ao Euro Connection em Portugal.

Produções Curtas nos Festivais de Cinema

2 Dezembro 2015
Share on Facebook Share on Twitter

Depois de terem sido apresentadas, em julho, em estreia mundial, no Curtas Vila do Conde, as produções da Curtas Metragens CRL integraram o circuito internacional dos festivais de cinema tendo marcado presença, entre outros, em festivais como o de Locarno, Cine Mar del Plata e o Doclisboa.

 

Os filmes “A Glória de Fazer Cinema em Portugal”, de Manuel Mozos, e “Vila do Conde Espraiada”, de Miguel Clara Vasconcelos, preparam-se agora para serem exibidos no Festival de Cinema Luso Brasileiro de Santa Maria da Feira, que decorre entre os dias 6 e 13 de dezembro. As curtas-metragens foram apresentadas, em novembro, no Festival Caminhos do Cinema Português, em Coimbra, juntamente com o filme de animação “Nossa Senhora da Apresentação”, realizado por Abi Feijó, Alice Guimarães, Daniela Duarte, Laura Gonçalves e Paulo D’Alva, no âmbito de uma residência artística na  Solar – Galeria de Arte Cinemática.

 

Em dezembro, a 2ª edição do festival Porto / Post / Doc vai exibir os documentários a “A Glória de Fazer Cinema em Portugal” e “Noite Sem Distância”, de Lois Patiño. Este último, já foi exibido em Toronto, Nova Iorque, Canadá, Chile, Espanha, Zagreb, Croácia, entre outros.

 

Já a curta-metragem “Exodus”, do realizador belga Nicolas Provost, teve a sua estreia mundial no passado mês de novembro no prestigiado IDFA - Festival Internacional de Documentário de Amesterdão. 

"Exodus" em Estreia Mundial

20 Novembro 2015
Share on Facebook Share on Twitter

A curta-metragem “Exodus”, do realizador belga Nicolas Provost será apresentada esta sexta-feira, 20 de novembro, em estreia mundial, no prestigiado IDFA - Festival Internacional de Documentário de Amesterdão que decorre até 29 de novembro.

 

“Exodus” é um filme não narrativo, editado na forma de slideshow com retratos vivos a partir dos quais Provost viaja através de quatro estados do Oeste dos EUA, fazendo composições de paisagens e situações plenas de beleza cinematográfica.

 

O filme, uma produção da Curtas Metragens CRL no âmbito da Solar - Galeria de Arte Cinemática,  integrará a secção Paradocs que apresentará um showcase de 15 filmes “que ultrapassam a barreira do documentário tradicional, numa intersecção entre o cinema e a arte, a verdade e a ficção, a narrativa e o design”.

←prev 1  I  2  I  3  I  4  I  5  I  6  I  7  I  8  I  9  I  10  I  11  I  12  I  13  I  14  I  15  I  16  I  17  I  18  I  19  I  20  I  21  I  22  I  23  I  24  I  25  I  26  I  27  I  28  I  29  I  30  I  31  I  32  I  33  I  34  I  35  I  36  I  37  I  38  I  39  I  40  I  41  I  42  I  43  I  44  I  45  I  46  I  47  I  48  I  49  I  50  I  51  I  52  I  53  I  54  I  55  I  56  I  57  I  58  I  59  I  60  I  61  I  62 next→
ETIQUETAS