Stereo: filmes e música portuguesa ao vivo no 26º Curtas Vila do Conde

8 Junho 2018
Share on Facebook Share on Twitter

A música nacional estará em destaque na 26ª edição do Curtas Vila do Conde Festival Internacional de Cinema, a decorrer entre 14 e 22 de julho. Projeto inédito junta Moor Mother e Jonathan Uliel Saldanha (HHY) aos realizadores André Tentugal e Vasco Mendes. Linda Martini, B Fachada, Joana Gama e Luís Fernandes e Black Bombaim completam o cartaz.

Ex-libris do festival, o programa Stereo, cruza o melhor de dois mundos: o da música e o do cinema, através de filmes-concertos, concertos com live vídeo e uma competição de vídeos musicais.

 

A 19 de julho, a artista, compositora e ativista norte-americana Moor Mother sobe ao palco com Jonathan Uliel Saldanha (HHY & The Macumbas) para apresentar um espetáculo inédito que será o resultado de uma residência artística em Vila do Conde. Já os realizadores André Tentugal e Vasco Mendes ficarão a cargo da criação da componente visual do concerto, conjugando o trabalho dos participantes no workshop de cinema da MAD Summer School, a decorrer também em julho.

 

O Stereo arranca logo no primeiro dia do festival, a 14 de julho. Os Black Bombaim, trio português de rock psicadélico, abrem a secção com uma colaboração com o percussionista e escultor sonoro João Pais Filipe para “Dragonflies with Birds and Snake”, do realizador alemão Wolfgang Lehmann, por várias vezes presente na competição experimental do Curtas. Estreado em 2011, o filme recorre a imagens de índole zoológica e educacional para criar uma aproximação sensorial e macrofotográfica ao mundo dos insectos. Ao registo experimental da longa-metragem acresce ainda a improvisação ao vivo no plano sonoro, sobre uma base composta e ensaiada, que é já uma característica da banda.

 

Entre a música clássica e a electrónica, a erudita e o pop, Joana Gama e Luís Fernandes vêm a Vila do Conde a 18 de julho para apresentar o seu novo álbum “At The Still Point of The Turning World”. Os títulos do álbum e das seis composições que o integram são retirados de um poema de T.S. Elliot, sobre a passagem do tempo, que serviu como fonte de inspiração. O concerto no Curtas Vila do Conde contará ainda com a participação de 14 músicos de um ensemble e com visuais de Miguel C. Tavares, responsável pelo primeiro videoclip da banda e pela performance inédita de live video.

 

Dados à experimentação musical, os filmes de Buster Keaton voltam a ser motivo de criação no festival. Desta feita é B Fachada quem ficará responsável pela criação e interpretação musical originais para a obra do realizador e ator norte-americano, no caso, “The Cameraman”, co-realizado por Edward Sedgwick. O espetáculo será apresentado a 20 de julho e cruzará as harmonias do cantautor português, também músico compositor com grande à vontade na eletrónica, e as aventuras – cómicas e satíricas, como é habitual — de um fotógrafo inexperiente, interpretado pelo próprio Keaton.

 

Os Linda Martini, uma das bandas mais aclamadas no panorama nacional recente, encerram o programa Stereo de 2018, a 21 de julho. A banda, que cruza várias influências desde o rock à pop, responsável por hits como “Amor Combate”, terá o desafio de compor para “La Coquille et le Clergyman”, filme surrealista da vanguarda francesa dos anos 20, realizado por Germaine Dulac. Com um guião escrito pelo inconfundível Antonin Artaud, o filme versa as alucinações eróticas de um sacerdote e o respetivo desejo sexual pela esposa de um general.

 

Os bilhetes para estes espetáculos custam entre 7 e 10 euros e encontram-se à venda no Teatro Municipal de Vila do Conde e na rede da Bilheteira Online. Os portadores do Free-Pass do festival têm acesso gratuito a todos os concertos. Este passe geral, à venda a partir de 40 euros exclusivamente no site do Curtas Vila do Conde, garante também o acesso a todas as sessões de cinema e outros eventos do festival.

 

A Competição de Vídeos Musicais voltará a apresentar uma seleção dos melhores vídeos musicais portugueses, inovadores na arte de combinar música e cinema. Procurando sempre acompanhar a evolução dos géneros e da forma de fazer cinema, esta competição, dedicada nos últimos anos exclusivamente à produção nacional, tem exibido os trabalhos de alguns dos artistas que mais se destacam na área, entre eles Paulo Furtado, Rodrigo Areias, João Nicolau, André Tentugal e Vasco Mendes entre outros.

 

O 26º Curtas Vila do Conde, que decorre entre 14 e 22 de julho, tem o apoio do programa MEDIA/Europa Criativa, da Câmara Municipal de Vila do Conde, do Ministério da Cultura, do Instituto do Cinema e Audiovisual e de vários parceiros imprescindíveis à realização do festival.

 

 

Teatro Municipal de Vila do Conde:

 

BLACK BOMBAIM + JOÃO PAIS FILIPE

14 JUL, 23:00

Bilhetes: 7 euros 
Comprar


JOANA GAMA + LUÍS FERNANDES

18 JUL, 23:00

Bilhetes: 7 euros
Comprar

 

MOOR MOTHER + JONATHAN ULIEL SALDANHA

19 JUL, 23:00

Bilhetes: 7 euros
Comprar

 

B FACHADA

20 JUL, 23:00

Bilhetes: 10 euros
Comprar

 

LINDA MARTINI

21 JUL, 23:00

Bilhetes: 10 euros
Comprar

 

* Com Free-Pass Curtas Vila do Conde, acesso gratuito a todos os concertos, a levantar no próprio dia e no limite dos lugares disponíveis

Voluntariado Curtas Vila do Conde 2018: Inscrições abertas!

25 Maio 2018
Share on Facebook Share on Twitter

A equipa do Curtas Vila do Conde é constituída, todos os anos, por voluntários que contribuem para que o Festival seja um acontecimento cultural de referência em Portugal e no estrangeiro. Mais uma vez, para a edição de 2018, aguardamos a tua candidatura!

Durante uma semana, terás a oportunidade de participar ativamente num evento cultural muito importante e que será, também para ti, algo inesquecível.

Lê atentamente o regulamento abaixo, sobre o Voluntariado Curtas 2018, e preenche o formulário para te candidatares. De 14 a 22 de julho de 2019, em Vila do Conde, estaremos todos juntos para mais uma edição.

 

Regulamento

 

1. Os voluntários do Curtas Vila do Conde - Festival Internacional de Cinema terão a oportunidade de participar num evento de projeção internacional, que lhes permitirá um contato direto com realizadores, produtores, jornalistas, artistas, entre outros;

 

2. É também uma oportunidade de colaborar com um dos eventos culturais mais importantes de Vila do Conde e do país, no qual poderás deixar, também, a tua marca e contributo;

 

3. Os voluntários deverão ter idade igual ou superior a 16 anos, sentido de responsabilidade, demonstrar interesse, dinamismo, facilidade de comunicação (preferencialmente também em inglês), disponibilidade para ajudar os outros e abertura para colaborar durante todos os dias do Festival;

 

4. Os voluntários desempenharão um papel importante na estrutura do Festival, preenchendo várias funções, de acordo com as necessidades: apoio à produção, comunicação, relações públicas e recepção de convidados, portas e entradas, catering, mercado da curta-metragem, transportes, entre outras;


5. Os candidatos deverão enviar a sua candidatura através do preenchimento completo deste formulário;

 

6. Após o período de envio de candidaturas, serás contactado para uma entrevista e, se fores seleccionado, receberás formação e informações sobre o papel a desempenhar durante o Festival;

 

7. Se fores escolhido, receberás gratuitamente um Free-Pass que te dá acesso a todas as sessões do Festival (salvo excepções assinaladas no programa) para poderes ver tudo, depois do teu horário de trabalho. Receberás também merchandising do festival e ajudas à alimentação; 


8. Participa!

Curtinhas à procura de Júri

25 Maio 2018
Share on Facebook Share on Twitter

Tens entre 8 e 12 anos? Gostas de cinema? Então temos um desafio para ti! 

Junta-te ao Júri Curtinhas do Curtas Vila do Conde e ajuda a escolher o melhor filme da competição infantil da 26ª edição do festival, que decorrerá entre 14 e 22 de julho. Na cerimónia de encerramento, poderás anunciar o filme vencedor e entregar o prémio Curtinhas MAR Shopping Matosinhos ao realizador premiado.

Os elementos deste júri tão especial, composto por 15 crianças, receberão um free-pass para as sessões infantis do 26º Curtas Vila do Conde e uma t-shirt Curtinhas.


Inscreve-te através do e-mail animar@curtas.pt.

Sobre o Curtinhas...

O Curtinhas é um mini-festival dentro do Curtas Vila do Conde que junta pais e filhos na partilha de uma semana de cinema. Esta secção do festival, que arranca com um filme de animação para toda a família, é composta por uma competição de curtas-metragens, pelo Espaço Infantil Brincar ao Cinema e por oficinas e atividades lúdicas ligadas às imagens em movimento.


Com dezenas de filmes a concurso, a Competição Curtinhas apresenta uma seleção de obras de todo o mundo feitas a pensar no público juvenil. O filme vencedor será escolhido por um júri, composto por crianças dos 8 aos 12 anos, que entregará o Prémio Curtinhas MAR Shopping Matosinhos na Cerimónia de Encerramento do festival, a 22 de julho. 


Durante os nove dias do festival, o Espaço Infantil Brincar ao Cinema vai receber várias atividades para crianças dos 4 aos 12 anos, permitindo aos pais assistirem às sessões de cinema enquanto os filhos usufruem de um lugar de diversão e aprendizagem, sob a orientação de uma equipa de formadores. Este espaço terá um horário coincidente com o das sessões e uma programação permanente constituída por ateliers de curta duração, visionamento de filmes e a realização de outras atividades relacionadas com cinema. 

Workshops no 26º Curtas Vila do Conde

16 Maio 2018
Share on Facebook Share on Twitter

Entre 14 e 22 de julho, o Curtas Vila do Conde regressa à cidade do norte litoral com o melhor do cinema mundial. Nesta edição, o Curtas aposta na formação em torno das imagens em movimento através da realização de três workshops: Stereo (vídeo-musical), no âmbito da MAD Summer School, de Cinema Expandido e o, já habitual, de Crítica de Cinema.

Promovido pela ESMAD – Escola Superior Media, Artes e Design em parceria com o festival, o workshop Stereo (vídeo-musical) vai decorrer entre 16 e 20 de julho, no âmbito da MAD Summer School. O espectáculo final cruzará música e vídeo e terá estreia mundial durante a edição de 2018 do Curtas Vila do Conde. A ativista norte-americana Moor Mother e o músico português Jonathan Saldanha (HHY) juntam-se, em julho, para uma residência artística em conjunto com a comunidade jovem de Vila do Conde. A partir do trabalho sonoro desenvolvido pela dupla, os participantes terão a oportunidade de colaborar com os realizadores Vasco Mendes e André Tentugal na criação da componente visual. As inscrições estão abertas até 15 de julho e podem ser submetidas aqui


Com tutoria dos artistas espanhóis Adriana Vila e Luis Macías (Crater Lab), o workshop de Cinema Expandido pretende oferecer aos participantes uma base para as diferentes expressões de técnicas de intervenção em filme ao vivo através de projeções 16mm e artefactos luminosos. O foco será a manipulação de imagem e conteúdo sonoro no celulóide e no aparelho de projeção e a utilização de instrumentos de improvisação e ação cinematográfica. Cortar, colar, recompor. O resultado deverá ser um filme performativo coletivo. Este workshop decorrerá entre 18 e 20 de julho e as inscrições – limitadas a 10 participantes – podem ser submetidas através deste formulário.
 

Desde 2016, o workshop de Crítica de Cinema tem sido uma importante plataforma para a promoção do pensamento crítico em torno do cinema, resultando em textos que são divulgados quer nos canais do próprio festival, quer através de vários parceiros (Público, À Pala de Walsh, A Cuarta Parede, etc). Além da vertente prática, o workshop oferece também diversas masterclasses com cinestas e teóricos de renome. Mark Rapapport, Thomas Elsaesser, Nicole Brenez, Miguel Gomes, Jorge Mourinha ou João Tabarra foram algumas das personalidades que por ali passaram. A 3ª edição do workshop decorrerá entre 14 e 21 de julho e contará com a presença de Navad Lapid, Peter Zorn (cineasta e curador da European Media Art Network), Jorge Mourinha (crítico e jornalista do Público) e Carlos Natálio (crítico na À Pala de Walsh), entre outros. As inscrições podem ser submetidas até 30 de junho através deste formulário.

Animar 13 termina com festa a 20 de maio

4 Maio 2018
Share on Facebook Share on Twitter

A Animar 13 chega ao fim com uma festa para toda a família. Além de duas curtas-metragens realizadas por alunos de Vila do Conde, será também exibido o filme de animação "A Raposa Manhosa e Outras Histórias", de Patrick Imbert e Benjamin Renner. Tudo a partir das 16h, no Teatro Municipal de Vila do Conde.

A 13ª edição da ANIMAR chega ao fim no próximo dia 20 de maio. Nos últimos três meses, a equipa da Solar – Galeria de Arte Cinemática promoveu, de forma intensiva, várias atividades dedicadas à formação dos mais novos para o cinema: sessões de cinema, ateliês de cinema, oficinas de ilustração e impressão, visitas guiadas à exposição patente, entre outras. Do ensino básico ao secundário, mais de duas centenas de alunos da região Norte puderam participar neste projeto, quer em contexto escolar, quer fora dele.


Nesta edição, Patrícia Rodrigues, Joana Nogueira e Pedro Neves foram os realizadores convidados para a orientação dos ateliês de cinema desenvolvidos ao longo de várias semanas em escolas do concelho de Vila Conde. As duas curtas-metragens produzidas em conjunto com os alunos serão exibidas, pela primeira vez, durante a Festa de Encerramento da Animar 13, no Teatro Municipal de Vila do Conde. Na cerimónia, que tem início marcado para as 16h, serão ainda atribuídos os prémios da 1ª edição do Concurso de Ilustração, destinado a estudantes de artes visuais, que visa promover as ligações entre desenho e cinema.


A longa-metragem "Raposa Manhosa e Outras Histórias", de Patrick Imbert e Benjamin Renner, marcará o fim de festa. A partir de livros do próprio Renner, os realizadores criaram uma comédia de animação repartida em três pequenas histórias e três personagens principais: a raposa, claro, um coelho e um pato. Os bilhetes custam 2 euros para menores de 16 anos e 3,5 euros para os restantes. 


Até lá ainda poderá visitar as exposições Animar 13, patente na Solar – Galeria de Arte Cinemática, que junta trabalhos de Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues, Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves, Pedro Neves, Paulo Patrício e Marte Monteiro, e Anatomie du Labo 10, que reúne ilustrações internacionais de filmes em competição na secção Labo da última edição do festival de Clermont-Ferrand, no Teatro Municipal de Vila do Conde.



PROGRAMA

Festa de Encerramento ANIMAR 13
20 de maio, 16:00
no Teatro Municipal de Vila do Conde, sala 1

Sessão solene
Curtas-metragens ANIMAR 13
Making of ANIMAR 13
Entrega dos prémios do Concurso de Ilustração ANIMAR 13
Sessão de cinema "Raposa Manhosa e Outras Histórias"

Animar 13 lança concurso de ilustração

20 Abril 2018
Share on Facebook Share on Twitter

Se és aluno de artes visuais, gostas de desenhar e de ir ao cinema, então este concurso é para ti. Ganha um free-pass para o Curtas Vila do Conde 2018, entre outros prémios. Submissões até 11 de maio.

Promovido pela Solar – Galeria de Arte, este Concurso de Ilustração dirige-se a todos os alunos do ensino secundário e superior de instituições portuguesas na área das artes visuais e visa promover a capacidade criativa da camada juvenil. Insere-se no âmbito do projeto educativo ANIMAR 13 e da exposição homónima, patente atualmente na Solar – Galeria de Arte Cinemática, em Vila do Conde.


Nesta exposição, o espectador é convidado a uma viagem pelos mundos de "Água Mole", de Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves, "Pronto, Era Assim", de Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues, "Surpresa", de Paulo Patrício e "Mar Bravo", de Pedro Neves, que saltam da tela para as paredes da Solar Galeria de Arte Cinemática, destacando a contaminação entre o cinema de animação e o documentário no panorama nacional.


Inspirados pelos filmes supra-mencionados e pelas obras derivadas, em exposição, os participantes deverão apresentar uma ilustração inédita com técnica e materiais à escolha. O ficheiro da ilustração deverá ter formato A2, 2 a 3 cores, jpeg ou tiff e não deverá exceder 2MB. A candidatura deverá ser submetida para o e-mail animar@curtas.pt, com título e autor, até ao dia 11 de maio.


Poderão participar todos aqueles que estejam inscritos numa instituição portuguesa de ensino secundário ou superior e que tenham entre 16 e 25 anos, à data de submissão de proposta. Cada participante só poderá submeter uma ilustração. Seleccionadas por um júri especializado, as três melhores ilustrações serão premiadas com free-passes para a edição de 2018 do festival Curtas Vila do Conde e publicações da galeria. 


A exposição dos trabalhos selecionados estará patente, de 20 de maio a 1 de junho, na Solar — Galeria de Arte Cinemática, e a Sessão de Entrega de Prémios decorrerá no dia 20 de maio, às 14:30, na Festa de Encerramento da ANIMAR 13, no Teatro Municipal de Vila do Conde. 


Ler regulamento completo

←prev 1  I  2  I  3  I  4  I  5  I  6  I  7  I  8  I  9  I  10  I  11  I  12  I  13  I  14  I  15  I  16  I  17  I  18  I  19  I  20  I  21  I  22  I  23  I  24  I  25  I  26  I  27  I  28  I  29  I  30  I  31  I  32  I  33  I  34  I  35  I  36  I  37  I  38  I  39  I  40  I  41  I  42  I  43  I  44  I  45  I  46  I  47  I  48  I  49  I  50  I  51  I  52  I  53  I  54  I  55  I  56  I  57  I  58  I  59  I  60  I  61  I  62  I  63  I  64  I  65  I  66  I  67  I  68  I  69  I  70 next→
ETIQUETAS