Curtas 2016: Festas de Apresentação

29 Junho 2016
Share on Facebook Share on Twitter

Entre 9 e 17 de julho, através de uma programação arrojada, o festival volta a mostrar o melhor cinema contemporâneo com sessões de cinema, filmes-concerto, exposições, debates, festas e muito mais. Nos primeiros dias de julho, o início do verão tem um lugar de passagem obrigatória! Enquanto o festival não chega, convidamos todos os amigos do Curtas a virem festejar connosco no Porto e em Vila do Conde!

FESTA DE APRESENTAÇÃO - PORTO
Sexta-feira, 1 de julho, 23:00
Café au Lait  •  Entrada livre

7 MAGNÍFICOS

Imagem de marca do festival... Os 7 Magníficos regressam uma vez mais munidos com as armas de sempre: os velhos 7” em vinil com um resumo da melhor música alguma vez feita.

SÉRGIO GOMES | BREAKS lda.
Fundador da BREAKS lda. e membro do colectivo MegaBass, Sérgio Gomes é desde há anos uns dos principais impulsionadores da nova música electrónica em Portugal.

FESTA DE APRESENTAÇÃO - Vila do Conde 
Sábado, 2 de julho, 23:00
Barcearia, 1º Piso  •  Entrada livre 

MIGUEL DIAS + CHICO FERRÃO

Dois dos elementos do colectivo 7 Magníficos num aperitivo de funk e soul.

SÉRGIO GOMES | BREAKS lda.
Fundador da BREAKS lda. e membro do colectivo MegaBass, Sérgio Gomes é desde há anos uns dos principais impulsionadores da nova música electrónica em Portugal. 

"À Procura de Dory" é o filme de abertura do Curtinhas

29 Junho 2016
Share on Facebook Share on Twitter

O Curtinhas, a secção para os mais novos do Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema, arranca a 9 de julho com a exibição do novo filme da Pixar “À Procura de Dory”. Esta secção do festival vai contar também com uma competição de filmes, o Espaço Infantil Brincar ao Cinema e diversas atividades em torno das imagens em movimento. 

Treze anos depois da estreia de “À Procura de Nemo”, o adorável peixe azul fêmea com problemas de memória está de regresso ao grande ecrã. “À Procura de Dory”, a tão aguardada sequela que já bateu recordes de bilheteira em vários países, centra-se na melhor amiga do famoso peixe palhaço que viaja através do oceano à procura de respostas sobre o seu passado. De que se consegue lembrar? Quem são os seus pais? E onde aprendeu a falar baleiês? A animação da Pixar marca o arranque do Curtinhas no sábado, 9 de julho, às 17:00.


O Curtinhas é um mini-festival dentro do Curtas Vila do Conde que junta pais e filhos na partilha de uma semana de cinema. Esta secção do festival, que conta pelo quinto ano consecutivo com o apoio do MAR Shopping, é composta por uma competição de curtas-metragens, pelo Espaço Infantil Brincar ao Cinema e por oficinas e atividades lúdicas ligadas às imagens em movimento.


Com 22 filmes a concurso, a Competição Curtinhas apresenta uma seleção de obras de todo o mundo feitas a pensar no público juvenil. Destaque para as duas curtas-metragens portuguesas a concurso: “Cinegirasol”, o novo videoclipe dos Azeitonas, uma animação com argumento de Nuno Markl que ilustra o percurso de uma carrinha de cinema ambulante pelas cidades alentejanas, e “Erva-de-Cheiro-Mão Verde”, o primeiro vídeo musical do projeto “Mão Verde” de Capicua e Pedro Geraldes, que marca o regresso ao festival de Alice Eça Guimarães, a corealizadora de “Amélia & Duarte”, curta-metragem duplamente premiada no Curtas em 2015 e uma das mais bem sucedidas no panorama da animação nacional do último ano. O filme vencedor será escolhido por um júri, composto por crianças dos 8 aos 12 anos, que entregará o Prémio Curtinhas MAR Shopping na Cerimónia de Encerramento.


Durante os nove dias do festival, o Espaço Infantil Brincar ao Cinema vai receber várias atividades para crianças dos 4 aos 12 anos, permitindo aos pais assistirem às sessões de cinema enquanto os filhos usufruem de um lugar de diversão e aprendizagem, sob a orientação de uma equipa de formadores. Este espaço terá um horário coincidente com o das sessões e uma programação permanente constituída por ateliers de curta duração, visionamento de filmes e a realização de outras atividades relacionadas com cinema.


É também neste espaço que no dia 10 de julho vão decorrer duas sessões da Oficina Magia do Cinema, de manhã e à tarde, orientada por formadores do Mundo Científico, onde os mais novos vão poder explorar a ciência responsável pelos efeitos surpreendentes dos filmes. As inscrições têm o custo de 5 euros por criança e são limitadas a 20 participantes por oficina.


Os bilhetes para as sessões de cinema Curtinhas custam 2 euros para menores de 16 anos e 3,50 euros para adultos.

João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata apresentam exposição e carta branca

20 Junho 2016
Share on Facebook Share on Twitter

Com abertura a 2 de julho e encerramento a 25 de setembro, a exposição “Do Rio das Pérolas ao Ave” terá uma programação paralela de cinema no 24º Curtas Vila do Conde, de 9 a 17 de julho, onde a dupla de realizadores vai apresentar uma misteriosa e histórica carta branca.


“Do Rio das Pérolas ao Ave”
é a primeira exposição em Portugal de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, realizadores que, assim, se aventuram num projeto transversal, mais relacionado, até, com as artes-plásticas. Composta por instalações concebidas exclusivamente para o espaço da Solar, em articulação com a sua configuração sinuosa e recôndita, esta exposição propõe um percurso lúdico pelo universo dos dois cineastas, procurando estabelecer novos diálogos com os filmes e respectivos processos de produção, numa abordagem muito diferente da que acontece habitualmente na sala de cinema.


A dupla de realizadores é uma das mais ativas e importantes do cinema português e terá, assim, uma nova forma de apresentar e complementar o seu trabalho cinematográfico.


A colaboração entre João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata é marcada por uma série de “filmes asiáticos” que assinalam o reencontro de Guerra da Mata com Macau, cidade onde o realizador passou a infância. Os filmes que realizaram em colaboração – desde “China, China” (2007), filmado em Lisboa no Martim Moniz, “Alvorada Vermelha” (2011) que levou a dupla a filmar pela primeira vez em Macau, a “Mahjong” (2013), um retrato pessoal da Varziela, a maior “Chinatown” portuguesa, resultado de uma encomenda do Curtas Vila do Conde aos realizadores – estão, de alguma forma, relacionados com o território asiático. “Foi a forma que encontrámos de partilhar uma memória, fundadora para o João Rui, mitificada para o João Pedro”, explicam os realizadores.


Nesta exposição, serão apresentadas instalações-vídeo e objetos intimamente ligados à produção de filmes como “Alvorada Vermelha”, “Mahjong”, “Manhã de Santo António”, “O Corpo de Afonso” e “Parabéns” – que já passaram pelo Curtas Vila do Conde –, e “Morrer como um Homem”, “O Fantasma” e “O Que Arde Cura”.


“Do Rio das Pérolas ao Ave” antecipa a retrospectiva integral que João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata vão apresentar no Centro Pompidou, em Paris, no final deste ano.


No âmbito do projeto CAVE, os realizadores convidaram um jovem artista, João Gabriel Pereira, que vai expor, em project room, pintura e vídeo nas mesmas datas e também no espaço Solar.


A inauguração terá lugar no dia 2 de julho, pelas 18 horas, com a presença dos realizadores e um convidado especial, que oferecerá os seus préstimos musicais em ambiente de sunset.


Em complemento à exposição e a convite do Curtas Vila do Conde, João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata vão apresentar no festival uma misteriosa e histórica carta branca. As três sessões vão integrar uma seleção de curtas-metragens escolhidas pela dupla de cineastas de autores como Buster Keaton, Charles Chaplin, Jacques Tati, Alan Schneider, Jean Genet, Andy Warhol, Kenneth Anger, Jacques Demy e Jean- Luc Godard, entre outros. São filmes históricos e que desafiam as convenções do cinema narrativo.

Durante o 24º Curtas Vila do Conde, dois momentos muito importantes a reter: o de uma visita guiada à exposição na Solar pelos próprios artistas/realizadores, na quinta feira, dia 14 de julho, pelas 16 horas; e o de uma conversa aberta e debate, sessão especial na sala dois do Teatro Municipal, no sábado, dia 16 de julho.


Em parceria com a Fnac, o Curtas Vila do Conde vai editar também um DVD que inclui todas as obras de curta-metragem realizadas por João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, em conjunto ou a solo. Esta compilação será um testemunho da intimidade e do cosmopolitismo cinéfilo da dupla. “João Pedro Rodrigues & João Rui Guerra da Mata: As Curtas-Metragens” é o volume três de um conjunto de edições lançadas no âmbito desta parceria, depois de “Reconversão" de Thom Andersen” e de “Miguel Gomes: As Curtas-Metragens”. Estas edições, legendadas em inglês, espanhol e português, podem ser adquiridas por 4 euros na Loja das Curtas, situada na Solar - Galeria de Arte Cinemática, nas lojas Fnac, ou no Teatro Municipal durante o Curtas Vila do Conde.

Workshop Curtinhas no MAR Shopping

7 Junho 2016
Share on Facebook Share on Twitter

O MAR Shopping associa-se, pelo quinto ano consecutivo, ao “Curtinhas”, secção do Curtas Vila do Conde dedicada às crianças, e no âmbito desta parceria, recebe um workshop de Papercraft, em que os mais novos aprenderão técnicas de cinema animado. Idealizada para despertar interesse de pais e filhos para o mundo cinéfilo, a iniciativa decorre a 25 de junho, das 11h00 às 12h30 e das 14h30 às 17h00, no Piso 0 (corredor de moda infantil) e a participação é assegurada por ordem de chegada.

Para assinalar a 24ª edição do festival, o MAR Shopping recebe um workshop de Papercraftno qual será possível fazer uma viagem pelo reino animal e construir um cenário digno de um filme de animação. Com recurso à técnica do Papercraft, que possibilita a construção de objetos tridimensionais a partir de papel, o objetivo passará por “dar vida” a leões, elefantes, macacos, pinguins, entre outros, em três grandiosos cenários: savana, floresta tropical e Ártico. Após muitos recortes, dobragens e colagens, surgirão os protagonistas do reino animal eleitos num pequeno filme com a marca das crianças participantes.

 
Pelo quinto ano consecutivo, o MAR Shopping apoia o Curtinhas como patrocinador exclusivo, repetindo as parcerias de anos anteriores, que originaram exposições fotográficas e ateliers infantis.

Tindersticks no Curtas Vila do Conde: Concerto Extra

6 Junho 2016
Share on Facebook Share on Twitter

Devido à elevada procura de bilhetes, os Tindersticks vão apresentar um concerto extra no Curtas Vila do Conde marcado para 13 de julho, às 20:00. Os bilhetes para ambos os concertos estão à venda na rede da Bilheteira Online e no Teatro Municipal de Vila do Conde a partir de 20 euros. Os portadores de free-pass do festival podem usufruir de um desconto de 50% na compra de um bilhete para este espetáculo. 

TINDERSTICKS, 13 julho, 22:30 
- Concerto extra: 13 julho, 20:00

A 13 de julho, os ingleses Tindersticks vão apresentar, ao vivo, no 24º Curtas Vila do Conde, o novo álbum “The Waiting Room”, num filme-concerto acompanhado por um leque de curtas-metragens que ilustram visualmente as 11 faixas do álbum. Na segunda parte do espetáculo, a banda vai, ainda, revisitar alguns dos temas que marcam os 25 anos de carreira dos Tindersticks.

 

Editado em janeiro de 2016, “The Waiting Room” é o décimo álbum de estúdio dos Tindersticks e conta com as participações especiais de Jehnny Beth, vocalista das Savages; um dueto virtual com Lhasa De Sela, cantora falecida em 2010; e arranjos de Julian Siegel.

 

"The Waiting Room” surge acompanhado de um ambicioso projeto audiovisual que explora a relação dos Tindersticks com o cinema: vários realizadores foram convidados a realizar curtas-metragens que ilustram visualmente cada uma das 11 faixas do álbum. Estas interpretações ficaram a cargo de cineastas de renome como Christoph Girardet , Joe King e Rosie Pedlow – que já passaram, inclusivamente, pelo Curtas Vila do Conde – Pierre Vinour, Claire Denis, Gregorio Graziosi, Richard Dumas e o brasileiro Gabriel Sanna, entre outros. Alguns dos vídeos são assinados pelo próprio Stuart A. Staples, vocalista da banda.

 

O projeto, produzido pela Blogotheque e pela editora discográfica Lucky Dog, é o resultado de uma parceria com o Festival Internacional de Curtas Metragens de Clermont-Ferrand, onde o espetáculo foi apresentado pela primeira vez.


Este filme-concerto está integrado na secção STEREO do Curtas Vila do Conde, com o apoio da FNAC, que contará também com espetáculos de Jay-Jay Johanson; The Legendary Tigerman e The Greg Foat Group, entre outros.

Animar termina no domingo com cinema para toda a família

30 Maio 2016
Share on Facebook Share on Twitter

A 11ª edição do projeto educativo ANIMAR chega ao fim no próximo domingo, 5 de junho. Para assinalar a ocasião, o Teatro Municipal de Vila do Conde recebe a festa de encerramento, a partir das 14:00, com brincadeiras para os mais novos e a exibição do filme “Norm – O Herói do Ártico”, numa sessão que vai também apresentar um balanço do projeto e as curtas-metragens produzidas nas escolas durante os ateliês de cinema de animação.

 

“Norm – O Herói do Ártico”, de Trevor Wall, é uma divertida comédia para toda a família. Nesta história, Norm é um urso polar muito prolixo, que tem uma queixa bastante simples: não há espaço para turistas no Ártico. Mas quando um maníaco empreiteiro ameaça construir condomínios de luxo no seu próprio quintal, Norm faz o que todos os ursos polares normais fariam: viaja para Nova Iorque para impedir o negócio. Com um grupo de lemingues ao seu lado, Norm vai enfrentar a Big Apple ao mesmo tempo que terá de lidar com uma crise de identidade para conseguir o seu objetivo.

 

Durante a sessão de cinema, serão também apresentadas, pela primeira vez, as curtas-metragens realizadas, nos últimos meses, por alunos de três escolas do concelho de Vila do Conde sob a orientação dos realizadores Paulo D’Alva, Sandra Santos e Jorge Ribeiro. Todos os anos, durante a Animar, formadores e realizadores são convidados a realizar, com turmas de vários níveis de ensino, pequenas curtas-metragens. Alguns dos projetos realizados neste âmbito chegam mesmo a integrar o circuito internacional dos festivais de cinema.

 

Em simultâneo, também no Teatro Municipal, será apresentada uma mostra dos trabalhos originais realizados nas escolas durante as oficinas da Animar.

Com uma programação pensada especialmente para a comunidade escolar, a Animar 11 levou a cabo, nos últimos meses, um conjunto de atividades para alunos de vários níveis de ensino: visitas à exposição na Solar – Galeria de Arte Cinemática, sessões de cinema com filmes de animação premiados internacionalmente, ateliers de cinema, entre outras. 

 

Criado pela equipa que organiza o Curtas Vila do Conde - Festival Internacional de Cinema, a Animar é um projeto anual iniciado em 2005 que parte dos filmes de animação para a realização de uma série de atividades de carácter lúdico e educativo em torno do Cinema.

 

A 11ª edição da Animar tem como parceiros o Cineclube de Vila do Conde, a Casa da Animação e o Cartoon D’Or e conta com o apoio da Viarco, Science4you, Pintarolas e dos Chocolates Regina. 

←prev 1  I  2  I  3  I  4  I  5  I  6  I  7  I  8  I  9  I  10  I  11  I  12  I  13  I  14  I  15  I  16  I  17  I  18  I  19  I  20  I  21  I  22  I  23  I  24  I  25  I  26  I  27  I  28  I  29  I  30  I  31  I  32  I  33  I  34  I  35  I  36  I  37  I  38  I  39  I  40  I  41  I  42  I  43  I  44  I  45  I  46  I  47  I  48  I  49  I  50  I  51  I  52  I  53  I  54  I  55 next→
ETIQUETAS