Curta da Agência em Cannes

22 Abril 2019
Share on Facebook Share on Twitter

"Dia de Festa", curta-metragem da realizadora portuguesa Sofia Bost, terá estreia mundial na competição oficial da Semana da Crítica do Festival de Cinema de Cannes.

A curta-metragem da realizadora portuguesa Sofia Bost, que marca a estreia na realização com "Dia de Festa", foi seleccionada para integrar a competição oficial da Semana da Crítica do Festival de Cinema de Cannes, que se realiza entre 15 e 23 de Maio em França.
Produzida pela Uma Pedra no Sapato e com promoção internacional da Agência da Curta Metragem, "Dia de Festa" acompanha o dia de Mena no aniversário da sua filha Clara, e conta com a participação das actrizes Rita Martins, Melissa Matos, Teresa Madruga, Sandra Celas, Mariana Silva, Sara Gonçalves e Fernanda Neves.
Sofia Bost revela: "O filme observa a complexidade das relações entre mães e filhas - um tema que me interessa há muito tempo e que já tinha começado a explorar na escola de cinema. Quando li o argumento do Tiago Bastos Capitão soube logo que era o projecto certo para mim.”
Sofia Bost nasceu em Lausanne, na Suíça, em 1986. Licenciou-se em Ciências da Comunicação em Lisboa e concluiu o mestrado em Filmmaking na London Film School. Vive e trabalha em Lisboa.

Curtas Premiadas na MONSTRA

1 Abril 2019
Share on Facebook Share on Twitter

Quatro filmes da Agência da Curta Metragem foram premiadas pelo festival: “Agouro”, de David Doutel e Vasco Sá,  “Á Tona”, de Filipe Abranches, “Entre Sombras”, de Alice Guimarães e Mónica Santos, e “Ride" de Paul Bush.
O Monstra – Festival de Animação de Lisboa decorreu entre 20 e 21 de março, no Cinema São Jorge e em vários outros espaços da cidade de Lisboa.
 

COMPETIÇÃO PORTUGUESA

Menções Honrosas:
“Agouro” de David Doutel e Vásco Sá
"Á Tona" de Filipe Abranches
Prémio do Público:
“Entre Sombras” de Alice Guimarães e Mónica Santos
COMPETIÇÃO DE CURTAS METRAGENS
Melhor Filme Experimental:
“Ride” de Paul Bush
 
Melhor Curta Portuguesa:
“Agouro” de David Doutel e Vasco Sá
Prémio do Público
“Entre Sombras” de Alice Guimarães e Mónica Santos

"Entre Sombras" vence nos Prémios Sophia

25 Março 2019
Share on Facebook Share on Twitter

"Entre Sombras" de Mónica Santos e Alice Guimarães ganhou o prémio de Melhor Curta-Metragem de Animação para o qual estava nomeado aos Prémios Sophia 2019.

Realizou-se, este domingo, a cerimónia de entrega da sétima edição dos prémios Sophia. Criados pela Academia Portuguesa de Cinema estes prémios pretendem reconhecer a produção cinematográfica em 23 categorias.

“Entre Sombras” é uma animação em stop motion, com recurso à técnica da pixilação, inspirada nos elementos dos filmes noir e tem como cenário a cidade do Porto, nos anos 40, envolvida em mistério e jogos de sombras. A história, narrada por Margarida Vila-Nova, acompanha a funcionária de um banco (Sara Costa), onde se depositam corações, numa aventura em busca de um coração roubado. Os vários perigos que enfrenta, na companhia de um homem misterioso (Gilberto Oliveira), conduzem-na a um dilema: dar o seu coração ou guardá-lo para si.

O filme foi co-produzido pela francesa Vivement Lundi! e pela portuguesa Um Segundo Filmes e é distribuído pela Agência da Curta Metragem. Teve estreia mundial em junho de 2018 no Festival Animafest Zagreb e, em julho em Portugal, no Curtas Vila do Conde, tendo sido distinguido em ambos com o Prémio do Público. Desde então foi também premiado em diversos festivais, um pouco por todo o mundo

A lista completa dos vencedores pode ser consultada AQUI.

Agência inicia a celebração dos 20 anos em Clermont

31 Janeiro 2019
Share on Facebook Share on Twitter

Agência da Curta Metragem inicia a celebração dos 20 anos no maior festival de curtas-metragens da Europa, que terá lugar entre 1 e 9 de fevereiro de 2019, em França

A Agência da Curta Metragem inicia a celebração dos 20 anos no maior festival de curtas-metragens da Europa, que terá lugar entre 1 e 9 de fevereiro de 2019, em França.

A 41ª edição do Festival de Cinema de Clermont-Ferrand arranca no próximo dia 1 de fevereiro, com a curta “Como Fernando Pessoa Salvou Portugal” em competição, esta que é a primeira  iniciativa que assinala a celebração dos 20 anos da Agência da Curta Metragem. À semelhança dos anos anteriores, a agência voltará a marcar presença no Mercado, a decorrer em paralelo, para assegurar a promoção e divulgação da produção portuguesa naquele que é o maior e mais prestigiado festival de curtas-metragens da Europa.

O filme “Como Fernando Pessoa Salvou Portugal” de Eugène Green com d’ O Som e a Fúria integra a competição francesa. A curta-metragem, protagonizada por Carloto Cotta, Manuel Mozos, Diogo Dória, Alexandro Pierroni Calado, Ricardo Gross, Mia Tomé e o próprio Eugène Green, é uma bem humorada viagem ao universo de Fernando Pessoa. A narrativa é baseada num dos episódios mais célebres da carreira publicista do heterónimo Álvaro de Campos, autor do célebre slogan “Primeiro estranha-se, depois entranha-se”, criado em 1927 para a entrada da Coca-Cola em território português.

A Agência da Curta Metragem voltará a marcar presença em Clermont-Ferrand através de um stand promocional no Mercado da Curta Metragem. O evento, a decorrer em paralelo ao festival, recebe, todos os anos, mais de 3300 profissionais do sector cinematográfico fazendo deste um espaço de extrema importância na divulgação do cinema português. Para além das ações de promoção e divulgação das mais de 400 obras representadas pela agência.

Em paralelo decorre também o fórum europeu “Euro Connection”, de coprodução cinematográfica, no qual estará presente a realizadora Mónica Santos, com o projeto da curta-metragem “The Pink Jacket”.

Para dar início à celebração dos 20 anos, a agência irá realizar uma festa com a presença dos dj’s Miguel Dias e Sérgio Gomes em formato Curtas Vila do Conde Soundsystem no dia 3 de fevereiro no Le Fotomat.

1  I  2  I  3  I  4  I  5  I  6  I  7  I  8  I  9  I  10  I  11  I  12  I  13  I  14 next→
ETIQUETAS