Estaleiro: Um Balanço

4 Janeiro 2013
Share on Facebook Share on Twitter

(O Estaleiro terminou em dezembro de 2012. Este é o texto de balanço do projeto).

Estaleiro: 24 meses de programação cultural

Organizado como o evento cultural contínuo, o Estaleiro foi um projeto especial da Curtas Metragens CRL (a equipa que organiza o Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema há vinte anos) e iniciou-se em janeiro de 2010. Pretendeu ser uma plataforma contínua de programação cultural, estruturada em diferentes eixos: Animar, Campus, Cinema Expandido e Concertos. Durante estes cerca de dois anos, o Estaleiro produziu diversos filmes, organizou workshops a masterclasses (tanto para um público infantil como para um público universitário), montou, entre outras, as exposições “Mundo Aardman” e “Stereo”, e proporcionou diversos concertos na cidade de Vila do Conde.

 

Foram 24 meses de atividade direcionados para o desenvolvimento regional, afirmação das potencialidades dum sector, o cinema e o audiovisual, focada na região norte e na cidade de Vila do Conde através do apoio e incentivo à criatividade e à produção artística, criando saber, formando equipas, postos de trabalho sazonais, participando dum esforço tão revitalizador quanto necessário para a economia local e por isso incentivador de novas oportunidades de negócio e de trabalho em rede a partir de Vila do Conde.

Durante estes dois anos foram muito os momentos especiais. Ver mais nesta ligação

Os Dias do Fim: Estaleiro Termina em Festa

5 Dezembro 2012
Share on Facebook Share on Twitter

Nos dias 12 e 15 de dezembro, o Estaleiro termina as suas atividades com um conjunto de concertos e sessões de cinema. É o culminar de um projeto que durou dois anos e que revolucionou a vida cultural de Vila do Conde e da região do Porto. O Estaleiro foi uma produção da Curtas Metragens CRL e da equipa que prepara e programa o Curtas Vila do Conde.

Estes últimos dias apresentam concertos com Father John Misty e We Trust+Best Youth; e ante-estreia mundial da nova longa-metragem de João Canijo, para além da apresentação de todos os filmes produzidos no Estaleiro.

Father John Misty / We Trust + Best Youth a 12 de dezembro no Teatro Municipal de Vila do Conde

Culminando um longo período com grandes concertos em Vila do Conde – entre outros, passaram pelo Teatro Municipal bandas como Young Marble Giants, Tinariwen, Twin Shadow, Rodrigo Leão ou Arto Lindsay – o final do Estaleiro proporcionará um dia com grandes concertos: Father John Misty e a apresentação em Vila do Conde da tour “There must be a place" das bandas portuguesas We Trust e Best Youth.

Father John Misty é o novo alter-ego do músico americano Josh Tillman, ex-baterista do Fleet Foxes e com vários discos também editados a solo. Com este novo projeto, o músico tem sido catapultado na cena do folk rock, sobretudo depois da edição do álbum “Fear Fun”, apresentado em maio deste ano, com o selo da Sub-Pop.

As bandas We Trust + Best Youth apresentam-se no espetáculo original “There Must be a Place”, onde músicas dos dois grupos são tocadas em conjunto. Os We Trust e os Best Youth surgiram em 2012 no panorama nacional e logo atingiram os tops de algumas das principais rádios nacionais. Foram consideradas duas das bandas revelação em Portugal e conseguiram ainda algum destaque internacional. Marcaram também presença nos principais festivais portugueses.

 

Sessões de cinema com os filmes Estaleiro e ante-estreia mundial da nova longa-metragem de João Canijo

Durante o Estaleiro, foi desenvolvido o programa Campus, no contexto do qual foram produzidas várias curtas-metragens, encomendadas a realizadores relevantes do panorama nacional, a quem se impôs duas condições: filmar com estudantes na sua equipa técnica; e abordar aspetos relevantes da região. Também no âmbito do projeto Stereo, foram produzidos seis filmes para o contexto da galeria Solar, juntando seis duplas de criadores (cada dupla era formada por um cineasta/artista visual e um músico).

Depois da estreia mundial destes filmes no Curtas Vila do Conde 2011 (no caso do Stereo) e no Curtas Vila do Conde 2012 (no caso dos filmes Campus), no final do projeto Estaleiro serão projetados todos os filmes a 15 de dezembro.

Também no mesmo dia será apresentado, em ante-estreia mundial, a nova longa-metragem de João Canijo, um prolongamento do filme realizado para o projeto Campus (a curta-metragem Obrigação). Este novo filme é composto por material não utilizado e investiga, a fundo, a vida das mulheres das Caxinas.

+info na Agenda do Estaleiro.

Produções Curtas Vila do Conde em Festivais

27 Setembro 2012
Share on Facebook Share on Twitter

O ano 2012 foi um ano de celebração com os vinte anos do Curtas Vila do Conde e o ambicioso programa Campus/Estaleiro. No total foram estreados, mundialmente, no 20º Curtas Vila do Conde 8 produções próprias. São estes filmes que começam agora a fazer um importante percurso internacional. Desde logo - e depois da homenagem já realizada no Festival de Locarno, em agosto - agora é o Festival do Rio, no Brasil, que prestará a sua homenagem ao festival, exibindo as oito produções referidas. Serão também exibidas várias destas produções no Festival du Nouveau Cinéma de Montréal (Canadá) e no DocLisboa, entre outros festivais. 

As quatro produções relativas aos 20 Anos do Festival são: "Milagre de Santo António", de Sergei Loznitsa, "Reconversão", de Thom Andersen, "O Canto do Rocha", de Helvécio Marins Jr., e "Land of My Dreams", de Yann Gonzalez. Os quatro filmes das produções Campus/Estaleiro são: "Obrigação", de João Canijo; "Um Rio Chamado Ave", de Luís Alves de Matos; "A Rua da Estrada", de Graça Castanheira; "Cinzas - Ensaio sobre o Fogo", de Pedro Flores.

- Festival du Nouveau Cinéma de Montréal, Canadá: "Milagre Santo António" e três filmes Campus/Estaleiro ("A Rua da Estrada", "Um Rio Chamado Ave" e "Cinzas - Ensaio sobre o Fogo".
- DocLisboa: "Milagre de Santo António" (em competição); "Reconversão" (secção Riscos); quatro produções Campus/Estaleiro, em homenagem ao Curtas Vila do Conde. 
- Festival dei Popoli - International Documentary Film Festival, Itália: "Cinzas - Ensaio sobre o Fogo" e "A Rua da Estrada", ambos em competição.
- Vancouver International Film Festival, Canadá: "Reconversão", na secção Panorama.
- Internationale Kurzfilmtage Winterthur, Suiça: "Land of My Dreams", em competição.
- BFI London Film Festival: "Reconversão", em panorama.
- Taiwan Int. Documentary Festival: "Milagre de Santo António", em panorama.

O filme "Reconversão" será também exibido no Ciclo Cinema e Arquitetura, em Guimarães (16 de outubro).

+info:
Produções Curtas 20 Anos
Produções Campus/Estaleiro

Making Of de "Land of My Dreams"

6 Julho 2012
Share on Facebook Share on Twitter

No contexto da celebração dos 20 Anos do Curtas Vila do Conde, o festival encomendou quatro curtas-metragens. Uma delas foi realizada por Yann Gonzalez (cineasta em francês e presença regular no Curtas), "Land of My Dreams". O filme foi produzido nos últimos meses entre Vila do Conde e o Porto e conta a história de uma mãe e uma filha e o seu espetáculo de striptease. Este é o Making Of (realizado por Simone Almeida) desse filme, cuja estreia mundial será no domingo, 8 de julho, às 22h30.

+info: http://festival.curtas.pt/programa/2012/20-anos/4-x-4-1/

←prev 1  I  2  I  3  I  4  I  5  I  6  I  7  I  8  I  9  I  10  I  11  I  12  I  13  I  14  I  15  I  16  I  17 next→
ETIQUETAS