"Um Fio de Baba Escarlate" no festival de Sevilha

12 Novembro 2020
Share on Facebook Share on Twitter

“Um Fio de Baba Escarlate”, o mais recente filme de Carlos Conceição, foi seleccionado para a secção competitiva "Revoluções Permanentes" da 17ª edição do Festival de Cinema de Sevilha, que decorrerá entre 6 e 14 de Novembro.

Após estrear na 28.ª edição do Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema, em outubro, "Um Fio de Baba Escarlate" marca agora presença no Festival de Sevilha, estreando-se internacionalmente.

Com um título inspirado nos gialli -- um subgénero do terror italiano muito em voga nos anos 70 -- esta obra tem como protagonista Candide, um frio e sedutor “serial killer”, que se apaixona por uma rapariga que acaba de se suicidar. O thriller mostra pouco mais de 24 horas na vida de Candice, transformada por um acidente que o torna instantaneamente uma estrela das redes sociais.

Escrito e realizado por Carlos Conceição, "Um Fio de Baba Escarlate" insere-se no universo narrativo e imagético criado pelo cineasta, onde sobressaem o fetichismo e o sadismo simbólicos, bem como as ambiências obscuras e o tom subversivo e surrealista.
"Na época que atravessamos, os vídeos partilhados nas redes sociais apresentam-se como verdades inquestionáveis, mas é muito frequente que outra perspectiva, mostrando mais um ou dois segundos, mude radicalmente a narrativa.” – adianta Carlos Conceição – “Enquanto cidadãos/espectadores, somos sempre convidados a fazermos nós a montagem e a re-aprender o mundo dessa forma".

Carlos Conceição é uma presença regular em Vila do Conde, onde já foi autor In Focus (2019), júri da competição Take One! (2014) e estreou várias obras, entre as quais “Serpentário” (2019) e “Coelho Mau” (2017).


ETIQUETAS