• GROUND CONTROL Siegfried A. Fruhauf
Áustria · 2008 · EXP · 0:02:00 · Betacam Digital · PeB
  • THORAX

    Siegfried A. Fruhauf
  • PHANTOM RIDE PHANTOM

    S. Fruhauf
  • FUDDY DUDDY

    Siegfried A. Fruhauf
  • VINTAGE PRINT

    Siegfried A. Fruhauf
  • DISSOLUÇÃO DE FOTO...

    Siegfried A. Fruhauf
  • OLHOS PESADOS

    Siegfried A. Fruhauf
  • TRANQUILITY

    Siegfried A. Fruhauf
  • BLED - ATTWENGER

    Siegfried A. Fruhauf
  • NIGHT SWEAT

    Siegfried A. Fruhauf
  • TIME LAPSE

    Siegfried A. Fruhauf
  • SUN

    Siegfried A. Fruhauf
  • PHANTOM RIDES

    Siegfried A. Fruhauf
  • HÖHENRAUSCH

    Siegfried A. Fruhauf
  • FRONTALE - DIAGONALE TRAILER

    Siegfried A. Fruhauf
  • BLOW-UP

    Siegfried A. Fruhauf
  • MIRROR MECHANICS

    Siegfried A. Fruhauf
  • LA SORTIE

    Siegfried A. Fruhauf
  • PHANTOM RIDE - CROSSING-EUROPE-TRAILER

    Siegfried A. Fruhauf
  • MONA LISA DISSOLUTION

    Siegfried A. Fruhauf
  • STRUCTURAL FILMWASTE. DISSOLUTION 2

    Siegfried A. Fruhauf
  • STRUCTURAL FILMWASTE. DISSOLUTION 1

    Siegfried A. Fruhauf
  • REALTIME

    Siegfried A. Fruhauf
  • EXPOSED

    Siegfried A. Fruhauf
GROUND CONTROL
Siegfried A. Fruhauf, 2008
Austria, EXP , 00:02:00 , BW
Ground Control é uma vídeo-miniatura em bruto. Começa com a coisa mais simples
e mais fundamental que a imagem electrónica tem para oferecer: o raio incontrolado de
electrões dirigido a uma camada fotoeléctrica de óxido de césio que reveste um tubo de
Braun, ou a neve. Gravar este caos envolve um fascínio que existia durante os primórdios
do cinema: a iterabilidade de um acontecimento. Uma sequência visual que nunca existiu
antes e nunca voltará a acontecer torna-se reproduzível, perdendo assim o status de
caótica. Esta ideia, que é resultado de um desejo de controlar um mundo incontrolável, é
o começo da cadeia de associações que integram este vídeo, no qual formigas movendo-se
de forma aleatória vão abrindo caminho. A imagem das formigas rastejando é manipulada
nas imagens reproduzidas, a distorção do seu movimento é-lhes imposta. Os insectos
tornam-se monstros quando de repente, depois de serem presos dentro do enquadramento,
irrompem na tempestade (de neve) como uma sequência de indivíduos.
PRODUÇÃO Siegfried A. Fruhauf; sixpackfilm