François Reichenbach, António Campos e Alain Resnais na programação do Cinema Revisitado do Curtas Vila do Conde 2022

29 Março 2022
Share on Facebook Share on Twitter

Programas celebrativos dos centenários de nascimento de António Campos e Alain Resnais, um programa especial sobre a obra de François Reichenbach (desenvolvido em co-produção com a Casa do Cinema Manoel de Oliveira) e a exibição única de "The Outsiders – The Complete Novel" são alguns dos destaques da programação deste ano do Cinema Revisitado, a secção do Curtas dedicada aos realizadores e obras que marcam a história do cinema. A ter lugar entre os dias 9 e 17 de julho, o festival Vilacondense prepara uma edição que volta a trazer a curta metragem para o grande ecrã, num ano em que assinala 30 anos de existência.

Viajante, musicólogo, colecionador, curioso, François Reichenbach esteve um pouco por toda a parte, sem sempre se interessar por tudo o que via. Uns dirão que ele conseguia dominar com maestria a capacidade de estar no lugar certo à hora certa e que, como tal, sempre que ligava a sua câmara algo de extraordinário acontecia. A sua obra documental fica marcada por uma notável capacidade de observação e um aguçado sentido de humor, assim como a vontade constante de retratar corpos, documentar paisagens e cidades, e registrar os seus sons e vozes. Numa coprodução com a Casa do Cinema Manoel de Oliveira da Fundação de Serralves, o Curtas Vila do Conde dedica-lhe, este ano, um ciclo retrospectivo que olhará parte da sua obra, que integrará cerca de duas dezenas de filmes a serem mostrados no Porto e em Vila do Conde, entre os quais "Nus Masculins", "L'Amerique insolite", "Les Marines" e "Prisons à l'américaine". 

António Campos é um dos primeiros cineastas em Portugal a dedicar-se à prática do filme documentário na perspetiva da antropologia visual. Entender a sua obra é, hoje, olhar o lugar e a evolução do género em Portugal, mas também perceber a forma singular com que filmou o país que se estende para lá das grandes cidades nas décadas de 60 e 70. Considerado um realizador à margem, um solitário, Campos é hoje visto como um dos expoentes máximos do cinema documental português, tendo a sua obra sido alvo de retrospetivas e estudos nos anos recentes, assim como de um esforço de digitalização dentro do Plano de Digitalização do Cinema Português da Cinemateca Portuguesa e do projecto FILMar/EEA Grant. Numa parceria com a Cinemateca Portuguesa, o Curtas Vila do Conde apresenta, nesta edição, um programa especial que assinala o centenário do seu nascimento, onde se integram, entre outros, "Almadraba Atuneira", "A Invenção do Amor", "Um Tesoiro" e "Gente da Praia de Vieira". 

Nesta secção dedicada a olhar e recontextualizar os grandes clássicos do cinema, assinalar-se-á ainda a efeméride dos cem anos passados sobre o nascimento de Alain Resnais, nome maior da Nouvelle Vague e um dos grandes responsáveis pela modernidade do cinema europeu da altura. O ciclo que o Curtas lhe dedica exibirá quatro curtas-metragens: "Nuit et brouillard", "Guernica", "Le chant du Styrène" e "Toute la mémoire du monde". 

A fechar este anúncio de programa do Cinema Revisitado, destaque ainda para a exibição de "The Outsiders – The Complete Novel", onde Francis Ford Coppola revisita o filme baseado no romance de S.E. Hinton, adicionando-lhe 20 minutos de filmagens que aproximam o início e desfecho da longa à história versada no livro que a inspira. 

Mais informações sobre a programação do Curtas Vila do Conde serão revelados nos próximos meses.

ETIQUETAS