Ver Filmes Online
  • A REGRA DOS 180º Farnoosh Samadi
  • PEREGRINOS

    Farnoosh Samadi
  • THE ROLE

    Farnoosh Samadi
  • O SILÊNCIO

    Farnoosh Samadi
  • NEGAH

    Farnoosh Samadi
KHATE FARZI A REGRA DOS 180º
Farnoosh Samadi, 2020
Iran (Islamic Republic of), FIC , 01:23:00
O título do filme é uma regra do cinema que visa manter o equilíbrio espacial entre duas personagens no ecrã. É, justamente, através deste prisma que a lente de Samadi põe em foco a dinâmica das relações humanas, tanto no seio de uma família de classe média iraniana, como nas relações emocionais entre professora e aluna num liceu da cidade, explorando, deste modo, tanto o espaço privado quanto o público. À medida que o drama avança sobre a vasta teia das relações familiares, os segredos e as lealdades, o dito e o não dito, a verdade e a ocultação mesclam e matizam qualquer possibilidade de clareza sobre as noções de bem e de mal, de certo e de errado ou até mesmo de sagrado e de profano. São as dicotomias por contraste da sociedade iraniana que são chamadas à liça, como sempre nos filmes de Samadi, sabendo que nunca a realizadora procura qualquer síntese para esta aparente dialética. Mas vamos então à história, que começa com Sara (Sahar Dolatshahi), uma dedicada professora de um liceu de Teerão que aí vive com o seu marido, Hamed (Pejman Jamshidi) e a sua filha de cinco anos, Raha. A família prepara-se para assistir a um casamento no norte do país, mas um imprevisto no trabalho de Hamed é o motivo que, desta vez, ocupa o lugar de gatilho banal que despoleta a catástrofe fazendo do quotidiano um lugar insuportável. Sara está decidida a juntar-se à celebração, mas Hamed, austero e teimoso, não lhe concede permissão para fazer a longa viagem sem ele. Quando o raciocínio e a conversa doce falham, a obstinada Sara inventa um plano para desrespeitar a autoridade do marido. Mas outro acontecimento imprevisível dita a sorte (ou destino) da família e precipita a transgressão de Sara. Inspirada em factos reais e marcando o início de uma série de filmes com atmosferas muito semelhantes, “180° Rule” é o filme de estreia de Farnoosh Samadi, enquanto argumentista e realizadora a solo. Num estilo depurado e aparentemente neutro, o filme evidencia, de forma silenciosa, a violência do moralismo austero. É de realçar o trabalho de Sahar Dolatshahi que, num desempenho consonante com a sobriedade da câmara de Samadi, dá ao filme o mutismo do seu rosto que universaliza o “pathos” de todas as mães constrangidas pelas forças invisíveis de instituições patriarcais, sociais e legais. Eis a regra de “180º Rule”: os dilemas morais podem sempre ser vistos de duas maneiras. Mas dar a ver esta realidade só é possível no grau zero da sobriedade, algo que Farnoosh Samadi domina na perfeição. (LL)
PRODUÇÃO Al Mossaffa, alimosaffa@yahoo.co.uk CONTACTO DE CÓPIA Ismene Daskarolis - Pluto Film; 493021918220, info@plutofilm.de, www.plutofilm.de ARGUMENTO Farnoosh Samadi FOTOGRAFIA Masoud Salami EDIÇÃO Meisam Molaei SOM Meisam Molaei MÚSICA Peyman Yazdanian ACTORES Peyman Yazdanian